João Pessoa
Feed de Notícias

Até o final do evento, em janeiro, a previsão é que artesãos faturem mais de R$ 1 milhão

terça-feira, 29 de dezembro de 2009 - 18:08 - Fotos: 

O XI Salão do Artesanato Paraibano, em dez dias de funcionamento, já rendeu exatos R$ 252.212,65 em vendas para os artesãos participantes do evento, em João Pessoa. Para a gestora do Programa de Artesanato Paraibano, Marielza Araújo, a previsão de receita até o final do Salão, em 17 de janeiro, é que seja ultrapassado o teto de R$ 1 milhão em vendas diretas e indiretas, ou seja, aquelas que ficam encomendadas para entrega futura.

Montada no Espaço Cultural José Lins do Rego, no Bairro de Tambauzinho, a estrutura conta com generosos espaços que facilitam a circulação dos inúmeros visitantes (mais de 40 mil até o último domingo, 27). Os turistas que visitam a Capital paraibana durante o período estão sendo levados em vans dos hotéis até o local e isso tem aumentado bastante o fluxo de pessoas.

Shows musicais – Além da beleza do artesanato paraibano, quem chega ao XI Salão também encontra nos finais de semana atrações artísticas e folclóricas. Já se apresentaram no palco montado na ‘Praça da Alimentação’, a banda ‘Forró do Gavião’, o grupo de chorinho ‘Luar do Sertão’, o folclórico ‘Jococa’ (do Conde) e o tecladista Fábio Torres, com música popular brasileira. No próximo final de semana, ‘Forró do Gavião’ volta ao palco no sábado e, no domingo, haverá apresentação do grupo folclórico ‘Flor de Lírio’ sob o comando do professor Pedro Cândido.

O evento – O XI Salão de Artesanato Paraibano é uma promoção do Governo do Estado da Paraíba, numa ação do Programa de Artesanato Paraibano que é vinculado à Secretaria de Estado do Turismo e Desenvolvimento Econômico (SETDE), em parceria com o Sebrae-PB.
Nesta edição, o tema é ‘Mãos de Fibra’, uma homenagem aos artesãos que trabalham com as fibras no litoral paraibano, na pessoa da mestra artesã Dona Zefinha, de Pitimbu. O ambiente onde está montado o Salão foi projetado pela arquiteta Sandra Moura, presidente de Honra do Programa de Artesanato Paraibano.

Importantes parceiros contribuem para a realização do evento, a exemplo da Matesa, CoopNatural, Cerâmica Elizabeth, Programa Estadual de Políticas para as Mulheres, Construtora Queiroz Galvão, Atracar, Funesc, PBGás, PBTur, Instituto Felipe Kumamoto, A União Editora, Banco do Nordeste, Programa de Artesanato Brasileiro e o Governo Federal.

 

Da Assessoria de Imprensa do Programa de Artesanato Paraibano