João Pessoa
Feed de Notícias

Assembleia do Povo Potiguara debate saúde, educação e espiritualidade

sábado, 23 de novembro de 2013 - 10:39 - Fotos:  Secom-PB/ Francisco França

Cerca de 600 índios potiguaras participam da V Assembleia do Povo Potiguara da Paraíba que acontece, até este sábado (23), na Escola Estadual Pedro Poti, na Aldeia São Francisco, no município de Baía da Traição. O evento, que foi realizado pela última vez há quatro anos, conta com representantes do Governo do Estado, Funai, além de associações e organizações indígenas.

O cacique-geral do Povo Potiguara, Sandro Gomes, destacou que a assembleia fortalece a causa indígena.  “Aqui estamos discutindo a questão da educação, da saúde, da terra e da espiritualidade e com certeza sairemos fortalecidos. Nós, indígenas, é que temos que dizer como queremos a nossa saúde, a nossa educação. Não podemos deixar que os governos queiram dizer do jeito deles como as coisas devem ser feitas. Temos que sentar e discutir com eles. Hoje temos um Governo do Estado parceiro, com quem podemos discutir tudo isso”, disse.

Ainda segundo o cacique, um dos avanços na educação, por exemplo, foi manter os professores nas aldeias. A meta, agora, de acordo com ele, é garantir a conquista junto aos municípios que têm aldeias indígenas. Ainda foram debatidos temas como SUS e Subsistema de Saúde Indígena; Organização e Controle Social Potiguara; Território e Sustentabilidade; Avanços e Desafios da Educação Escolar Indígena; Identidade e Espiritualidade; Conjuntura Nacional e a Criminalização dos Movimentos e Lideranças Indígenas, além de Direitos.

Participam do evento as aldeias São Francisco, Tabajara, Pataxó e Xucuru (PE). A população indígena da Paraíba, segundo censo do IBGE (2010), é de 19.149 índios com concentração maior nos municípios de Baía da Traição, Marcação e Rio Tinto.