João Pessoa
Feed de Notícias

Artesãos paraibanos vencedores do Top 100 comemoram prêmio

segunda-feira, 10 de setembro de 2012 - 16:20 - Fotos:  Vall França/Secom-PB

Depois de entrar para o hall das 100 melhores unidades produtivas de artesanato do Brasil, a comitiva premiada das quatro cooperativas de artesãos paraibanos já está de volta do Rio de Janeiro, onde foi realizada a entrega do prêmio e a Rodada de Negócios. Os artesãos comemoram o reconhecimento do trabalho e esperam fechar boas vendas após dois dias de contatos com importantes lojistas do País.

Essa é a terceira edição do Top 100 Sebrae e a Paraíba já foi premiada em todas elas. Este ano, figuraram no ranking a Associação dos Artesãos de Monteiro – Assoam (Monteiro), Natural Fashion (Campina Grande), Desfiar Labirinto (Riachão do Bacamarte) e Cooperativa das Bordadeiras de Alagoa Nova – Cooban (Alagoa Nova).

Segundo a gestora de cultura do Sebrae-PB, Maísa Duarte, o saldo mais positivo da Rodada de Negócios foi fechar contatos importantes com lojistas que ainda não conheciam o trabalho dos artesãos paraibanos. Para a presidente da Assoam, Núbia Pinheiro, ter o prestígio de ver seu trabalho recebendo renome nacional é inesquecível. “Esse reconhecimento é fantástico. Mas além da festa, ainda aproveitamos para consolidar nossos produtos na Rodada de Negócios. Muitos lojistas mostraram interesse e agendaram pedidos”, disse.

A Natural Fashion de Campina Grande conseguiu fechar vendas ainda no Rio de Janeiro em peças de algodão colorido, que é a especialidade da cooperativa. A Natural Fashion foi premiada nas três edições do Top 100. “Fiquei super feliz em sermos mais uma vez premiadas porque esse ano o nível dos trabalhos foi muito alto. Todos os projetos eram realmente tops de linha e poder estar nesse grupo seleto é uma honra para nós”, afirmou a presidente da Natural Fashion, Maysa Gadelha.

Foco na gestão - Além da estética e do valor cultural das peças, os critérios usados para classificação no Top 100 são a eficiência na gestão de mercado, ou seja, a logística de produção, divulgação e comercialização dos produtos. A comissão julgadora foi formada por representantes da área de design, comércio, imprensa, do setor de artesanato e do Ministério da Cultura.

Na segunda fase, oito representantes da Paraíba foram selecionados para compor a lista de 180 melhores unidades produtivas de artesanato, após concorrer com 1826 inscritos de todo o País. No Estado, se inscreveram mais de 90 cooperativas. Agora, com o prêmio em mãos, os quatro vencedores paraibanos podem usar o selo Top 100 de Artesanato até o fim de 2014 e divulgar seus trabalhos no catálogo do prêmio do Sebrae.

As cooperativas paraibanas já contempladas com o Top 100 nas três edições foram: Coopnatural (Algodão Colorido), Associações de Rendeiras e Artesãs de Zabelê, Camalaú, Monteiro, São Sebastião do Umbuzeiro e São João do Tigre, Associação das Artesãs Rurais de Pontina, Associação das Artesãs Rurais de Serra Rajada, Associação das Crocheteiras de Areial, Associação das dos Artesãos e Artesãs de Araruna, Cooperativa Artesanal Mista de Juripiranga, Entre Fios e Lenita Fernandes Maia Paiva (Terra do Sol).