Fale Conosco

26 de novembro de 2014

Artesãos paraibanos terão trabalhos comercializados em São Paulo



http://static.paraiba.pb.gov.br/2014/06/artesanato-ceramica-copa-do-mundo-3.jpgO Programa de Artesanato da Paraíba (PAP) levará o trabalho de 321 artesãos paraibanos de 32 grupos e associações para a feira “Mãos do Brasil”, que será realizada no período de 12 a 20 de dezembro, no Parque de Exposições do Anhembi, em São Paulo.

O evento tem como organizador o Programa de Artesanato Brasileiro (PAB) e contará com a participação dos paraibanos dos municípios de João Pessoa, Campina Grande, Bayeux, Cabaceiras, Borborema, Pitimbu, Lucena, Ingá, Pontina, Boa Vista, São Sebastião do Umbuzeiro, Boqueirão, Galante, Gurinhém e Cabedelo.

Para a gestora do PAP, Lu Maia, a iniciativa é uma oportunidade dos visitantes prestigiarem o trabalho da Paraíba durante o período natalino, que possibilita a ampliação da produção e venda. “Os artesãos trabalham durante todo o ano e estas feiras oportunizam o aumento dos lucros. Paralelo a este evento, já teremos iniciado o Salão de Artesanato da Paraíba, na orla do Cabo Branco, em João Pessoa, para conseguir atender toda a demanda dos turistas”, comentou.

Tipologias – Entre o artesanato que será exposto estarão a diversidade dos brinquedos populares (carrinho, pião, caminhões, ioiô, peteca, cavalo de pau, carrapeta, brinquedos de vara, carrossel e roda gigante), cerâmica (esculturas, instrumentos, arte sacra e anjos), couro (chapéus, cintos, bolsas e sandálias), fibra (velas, flores, caixas, bonecas, frutas, abajur e castiçal), fios (bordado, labirinto, macramê, renda, tecelagem), madeira (caixas, porta-lápis, casinhas regionais, fachadas de casas, carros e chaveiros), metal, ferro (esculturas de sucata, pulseiras, brincos e colares folheados a ouro), pedra (jóias), osso (bijuterias), produtos diversos em algodão colorido e habilidades manuais (bordados em jogo americano, colcha, peso de porta, almofada, toalhas e passadeiras).

O espaço total do evento será de 18 mil m², sendo destinado para cada Estado um estande de 100 m², para exposição e comercialização dos seus respectivos produtos regionais. O aumento da comercialização do artesanato é um dos principais objetivos do Programa de Artesanato Brasileiro (PAB) em todas as unidades federativas. Nesse sentido, a Secretaria da Micro e Pequena Empresa (SMPE) doou um caminhão-baú a todos os Estados para auxiliar no transporte e vendas do artesanato, bem como, viabilizar a presença dos artesãos nos eventos de todo o país.