Fale Conosco

19 de novembro de 2012

Artesãos da zona rural da PB participam de feira no Rio de Janeiro



Rendas da Paraíba (2)Doze grupos de artesãos residentes na zona rural do Estado já confirmaram presença na 8ª Feira da Agricultura Familiar (Fenafra), que será realizada entre os dias 21 e 25 de novembro, no Rio de Janeiro. O artesanato da Paraíba estará presente em quatro estandes do evento: no institucional do Estado, no da Organização Produtiva das Mulheres, no estande Talentos do Brasil e no Comunidades Profissionais.

De acordo com a gestora do Programa de Artesanato da Paraíba (PAP), Ladjane Barbosa, os 12 grupos foram selecionados pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). “Todos os artesãos escolhidos cumpriam os requisitos exigidos pelo MDA. Na Fenafra, só podem participar artesãos que possuam Declaração de Adaptação ao Pronaf (DAP), carteira de artesão e que residam na zona rural. É uma feira super bem organizada e com um propósito bárbaro que valoriza o artesão do campo”, explicou Ladjane.

Representando a Paraíba, participarão duas comunidades produtoras de renda renascença das cidades de Zabelê e Camalaú; duas comunidades de bonecas de pano tradicionais das cidades de Esperança e Lagoa de Dentro; uma de fibra do coqueiro, de Pitimbu; dois grupos de bordado em labirinto de Juarez Távora e da comunidade quilombola de Ingá; duas comunidades de cerâmica das cidades de Serra Branca e da comunidade quilombola de Dona Inês; uma de bordados de Lagoa Nova; um grupo de artesanato indígena potiguara e um artesão de São José dos Cordeiros que trabalha com esculturas em madeira.

A Feira Nacional da Agricultura Familiar é realizada desde 2004, por meio do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). Em todas as edições o objetivo foi a divulgação, a promoção e a comercialização de produtos oriundos da Agricultura Familiar e da Reforma Agrária, beneficiários das políticas públicas do MDA.

Nesta edição, a Fenafra aproveita o gancho do cenário pós Rio+20 para apresentar a influência da sustentabilidade no progresso da agricultura familiar, a origem dos seus produtos e como se dá a sua relação com o ecossistema.

O Programa de Artesanato da Paraíba é vinculado à Secretaria de Estado de Turismo e Desenvolvimento Econômico da Paraíba e coordenado pela primeira-dama Pâmela Bório.