João Pessoa
Feed de Notícias

Arlinda Marques retoma cirurgias cardíacas após três meses de paralisação

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011 - 17:49 - Fotos: 

As cirurgias cardíacas foram retomadas na noite desta quarta-feira (23) no Complexo de Pediatria Arlinda Marques, depois de mais de três meses de paralisação. Já as cirurgias gerais pediátricas estão acontecendo desde o fim da paralisação dos médicos no dia 11 deste mês, com uma média de 20 procedimentos por semana. “Temos a previsão de uma cirurgia do tipo cardíaca por semana, nos primeiros 15 dias. Depois, faremos duas por semana, até afinarmos toda a equipe e aí funcionarmos plenamente, com uma média de quatro cirurgias cardíaca pediátricas por semana”, explicou a diretora do Arlinda, Ana Márcia Fernandes.

O bebê que foi cirurgiado tem um mês de vida, passa bem e está se recuperando na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital. Ele nasceu em Catolé do Rocha com uma cardiopatia e foi logo transferido para tratamento em João Pessoa. “Graças a Deus desde que ele chegou aqui recebemos assistência. Agora ele fez a cirurgia, está bem e estamos felizes. Os médicos e toda a equipe foram muito atenciosos”, contou o avô da criança, o aposentado Raimundo Galvão.

A diretora do hospital frisou que a retomada deste tipo de cirurgia cardíaca está sendo possível depois da articulação entre o Estado e o município de João Pessoa, através das secretarias de saúde. O serviço de cirurgia cardíaca no Arlinda Marques está sendo coordenador pelo cirurgião Marcelo Gentil. Os casos maior gravidade ainda estão sendo enviados para fora da Paraíba.

“Nós temos 70 crianças que estão aguardando para realização do procedimento cirúrgico cardíaco pediátrico, entre elas algumas de alta complexidade, que estão sendo enviadas para outros centros fora da Paraíba. Este tipo de cirurgia, pela complexidade, ainda não está sendo realizado aqui, posteriormente serão feitos também no Arlinda Marques”, afirmou a diretora.

Cirurgia geral pediátrica – Com relação às cirurgias pediátricas gerais, retomadas desde o dia 11 deste mês, estão sendo feitas mais de 20, entre eletivas e de urgência. “Nós já retomamos plenamente as cirurgias gerais, tanto eletivas como as de urgência. Com relação às de urgência, naturalmente, elas eram encaminhadas para outros hospitais. Mas, agora voltou tudo ao normal”, destacou.

Com a retomada das cirurgias gerais no Arlinda, a população agora está mais aliviada. O exemplo é a agricultora de Jacaraú, Uberlândia Maria da Silva. Ela teve que socorrer o filho de 14 anos, na última segunda-feira para João Pessoa, que estava com muitas dores, devido a uma crise de apendicite. “Hoje meu filho está bem, fomos muito bem atendidos, graças a Deus, e agora estamos só esperando a alta”, contou.

Opinião parecida tem a dona de casa Luciana Carneiro da Silva que mora em João Pessoa e também precisou socorrer o filho que estava com uma crise de apendicite. “Gostei muito do atendimento, porque ele estava com muita dor e foi atendido rápido”, acrescentou.