Fale Conosco

22 de fevereiro de 2018

Archidy Picado Filho participa do ‘Macacos me Mordam – Ao Vivo’, nesta sexta



archidy picado filho 270x196 - Archidy Picado Filho participa do ‘Macacos me Mordam – Ao Vivo’, nesta sextaO cantor, compositor, escritor e ilustrador paraibano Archidy Picado Filho estará no projeto ‘Macacos me Mordam – Ao vivo!’, nesta sexta-feira (23), às 18h, na Fundação Espaço Cultural da Paraíba, em João Pessoa. Em conversa conduzida por Pedro Osmar, Archidy falará sobre arte e cultura.

O programa de estreia foi no dia 16 de junho do ano passado, no Centro de Documentação e Pesquisa Musical José Siqueira (com capacidade para 30 lugares). Já passaram pelo projeto idealizado por Pedro Osmar os seguintes nomes: Milton Dornellas, Escurinho, José Enoch, Jessé Jel, Dida Fialho, Paulo Ró, Piedade Farias, Jessé Jel, Arthur Pessoa e Jãmarrí Nogueira.

Multiartista - Archidy é o que se pode chamar de multiartista, atuando em diversas áreas desde os anos 1970. Participou como arranjador e instrumentista das gravações de CDs de compositores paraibanos, entre eles Milton Dornellas, Adeildo Vieira, Marcos Fonseca, Naldinho e Zé Trovão, e da coletânea Aquárius. Sua discografia conta com ‘Equinócios, de 2013.

Tem vários livros de contos, romances e comentários publicados. As suas obras vão desde a literatura infanto-juvenil até as produções para o público adulto. Em 1996, concorreu ao Prêmio Jabuti com “Lições de Voo”.

São mais de 10 títulos publicados. Entre essas obras ainda estão as novelas “Minha querida Joana”, “Memória de um desertor” e “México, uma aventura”. Escreveu também “Contos da Morte”, decorrente do Prêmio Novos Autores.