João Pessoa
Feed de Notícias

Apreensão de armas cresce 25,6% em 2012 e polícia reduz mortes violentas

terça-feira, 8 de janeiro de 2013 - 12:55 - Fotos:  Francisco França/ Secom-

Em 2012, as polícias da Paraíba apreenderam 2.736 armas de fogo em todo o Estado, número que equivale a um crescimento de 25,6% em relação ao ano anterior, quando foram retiradas de circulação 2.179 armas. Na comparação com 2010, o aumento é mais expressivo, chegando a 60% (naquele ano foram apreendidas 1.709 armas).

Os dados são do Instituto de Polícia Científica (IPC) da Paraíba, órgão responsável por receber as armas e realizar os exames periciais. O maior número de armas foi encontrado na Capital e Região Metropolitana. Em 2012, o Laboratório de Balística Forense da Capital recebeu 1.158 armas, a unidade de Campina Grande contabilizou 798 e a de Patos, 780 armas de fogo. Os meses com maior número de apreensões foram janeiro, março e novembro.

Para estimular os profissionais de segurança e incentivar o aumento das apreensões, o governador Ricardo Coutinho sancionou, em maio do ano passado, a Lei 9.708/2012, garantindo aos policiais civis e militares uma bonificação por cada arma apreendida. De junho a novembro de 2012, o Governo pagou o montante de R$ 405.372, 31, referentes à apreensão de mais de mil armas. Os valores da bonificação variam de R$ 300 a R$ 1.500.

Para o secretário da Segurança Pública e Defesa Social (Seds), Cláudio Lima, além do empenho das forças policiais e do incentivo do Governo do Estado, o grande número de operações policiais realizadas em 2012 também foi decisivo para o avanço no controle de armas. “Foram feitas mais de 80 operações, de Cabedelo a Cajazeiras. Ao retirar armas da mão de criminosos, reduzimos também o número de mortes violentas, que é nosso maior objetivo”, ressaltou Cláudio Lima.

Quebra da curva de violência – Com essas e outras ações, a Seds fechou o ano 2012 com uma redução de 8,21% no número de assassinatos em relação a 2011. O resultado representa um marco histórico na segurança pública do Estado: pela primeira vez em 10 anos, a Paraíba obtém diminuição nos números de homicídios.

“Nós quebramos a curva crescente da criminalidade acumulada ao longo de uma década. Para se ter uma ideia, nos últimos anos a média de aumento era de mais de 20%¨. Em 2011, desaceleramos esse ritmo de crescimento e em 2012, conseguimos, efetivamente, reduzir os índices. Estamos no caminho certo e queremos avançar em 2013”, avaliou Cláudio Lima.

Investimentos – O Governo do Estado continua investindo no reaparelhamento das polícias e na segurança do policial. Foram aplicados cerca de R$ 9 milhões em compras de armas e munição, entre outros equipamentos de proteção individual.

“Hoje não temos nenhum policial desarmado no Estado. Compramos coletes, armas, munição, tanto para treinamento quanto para o exercício da atividade policial. Além disso, investimos na qualificação dos policiais. Sem dúvida, temos uma polícia mais aparelhada e preparada para combater o crime”, garantiu o secretário Cláudio Lima.

O ano de 2013 começou com a garantia de mais recursos para o setor através da ssinaturas de convênio no valor de R$ 10 milhões: “Isso representa melhoria da formação dos policiais civis, militares e bombeiros militares, na informatização de diversos setores e aprimoramento do trabalho desenvolvido pelo Nace, entre outros setores. Este será um ano de grandes investimentos em segurança pública”, assegurou.

No último mês, foram adquiridos 10 mil novos cintos de guarnição para a Polícia Militar, equipados com coldres, porta-pistola, porta-carregador de pistola, porta-algema e porta-tonfa – conhecido como cassetete, além de mil capacetes táticos. O primeiro lote de equipamentos chegou no mês de dezembro e o restante será entregue no decorrer do primeiro semestre do ano.

 No final de 2012, a Polícia Militar também recebeu 10 mil novos uniformes que estão sendo entregues aos policiais. Nestes primeiros meses de 2013 a Seds entregará mais armas e munição adquiridas para treinamento e trabalho operacional de policiais civis.