João Pessoa
Feed de Notícias

Aplicativo “Aedes na Mira” recebe mais de 40 denúncias de focos do mosquito Aedes aegypti

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015 - 16:23 - Fotos: 

O aplicativo “Aedes na mira”, desenvolvido pela Companhia de Processamento de Dados da Paraíba (Codata) para celulares da plataforma Android, já recebeu mais de 40 denúncias em cinco dias de funcionamento. A ferramenta digital permite que o cidadão informe à Secretaria de Estado da Saúde (SES) os potenciais focos do mosquito Aedes aegypti na Paraíba e a ação de combate seja mais ágil e eficiente. Os principais casos denunciados foram de água acumulada em piscinas sem uso e em terrenos baldios nas cidades de João Pessoa, Campina Grande e Catolé do Rocha.

Como explicou o presidente da Codata, Krol Jânio, os dados encaminhados pela população, via aplicativo, serão recebidos na Sala de Situação da SES. “O espaço está bem equipado, com profissionais treinados. Lá é feito o encaminhamento da demanda para que as denúncias sejam verificadas e as providências tomadas. Essa ajuda da população é importante no combate do Aedes aegypti”, afirmou.

 O Aedes aegypti transmite os vírus da dengue, zika e chikungunya. Entre os agravos do zika vírus está a síndrome de Guillain Barré e microcefalia. O aplicativo “Aedes na mira”, desenvolvido pela Codata, possui ainda o recurso de “Serviços de Referência” para pontos georreferenciados. Ele mostra o trajeto no mapa até o ponto mais próximo de onde está sendo feita a consulta.

Como baixar o aplicativo – O interessado em usar o aplicativo precisa, primeiramente, acessar a “Play Store” disponível na área de trabalho do telefone android. Depois, é só digitar na busca o nome “Aedes na Mira” e fazer o download. Quando o cidadão abrir o aplicativo, vão aparecer as opções de “denúncia”, “cuidados”, “gestantes” e “serviços de referência”.

Na opção “denúncia”, aparece o comando “capturar imagem”. Junto com a foto, devem ser enviadas informações sobre o local do possível foco do mosquito, em qualquer lugar da Paraíba. O cidadão que enviar a denúncia por meio do aplicativo receberá um retorno sobre o andamento de sua demanda.