Fale Conosco

23 de julho de 2012

Apenados da Penitenciária Máxima de Mangabeira iniciam Curso de Cozinha Básica



O curso de Cozinha Básica oferecido pelo Governo do Estado, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial da Paraíba (Senac), começou nesta segunda-feira (23) para 21 apenados da Penitenciária Criminalista Geraldo Beltrão, a Máxima de Mangabeira. O curso terá duração de 40 horas, divididos em 10 dias úteis.

Carlos Antônio Monteiro, que cumpre pena de 5 anos e 8 meses por roubo, elogiou a iniciativa do Governo do Estado e destacou a importância de um curso como este para  a ressocialização dos apenados. Todos os alunos foram selecionados pelo bom comportamento e alguns deles já trabalharam na cozinha do presídio. “Além de dar uma oportunidade para esses homens de voltar ao convívio da sociedade com uma formação profissional, nós vamos de imediato elevar a qualidade da comida servida no presídio”, disse o diretor da unidade, João Sitônio.

Uma série de cursos profissionalizantes está sendo promovida através da parceria entre a Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap) e a Fecomércio-PB. No início deste mês, foi realizado o Curso de Pizza na Penitenciária Feminina Júlia Maranhão, em Mangabeira, na Capital. No Presídio Feminino de Patos, está em andamento o Curso de Corte e Costura, e nesta terça-feira (24) os apenados do Presídio Regional de Guarabira vão receber a equipe do Senac-PB para o Curso de Instalação Hidrossanitária, que vai formar 32 alunos.

A expectativa da Gerência de Ressocialização da Seap é que até o final do ano mais cursos profissionalizantes sejam promovidos em vários presídios do Estado. Entre eles, estão os de instalador elétrico residencial, confecção de bolas de couro, pedreiro, mecânica e manutenção de motocicletas, doces e salgados, embelezamento das mãos e dos pés e informática básica. Ao todo, cerca de 700 apenados e familiares serão profissionalizados e irão receber o diploma do Senac-PB.