João Pessoa
Feed de Notícias

Alunos soldados dos Bombeiros terminam Semana de Adaptação

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015 - 16:49 - Fotos: 

Um encontro entre os alunos do Curso de Formação de Soldados Bombeiro Militar (CFsD) e seus familiares marcou o término da Semana de Adaptação, nesta sexta-feira (9). O período de cinco dias, que concretizou a iniciação dos alunos na carreira militar, tem o objetivo de habituá-los às regras e particularidades da profissão que ingressaram.

“Já estou muito emocionada e feliz, mesmo antes de vê-lo. Era o sonho dele, que também se tornou nosso. Somos de uma família humilde e ele lutou muito para chegar aqui”, contou a dona de casa Augusta Dutra, de 67 anos, enquanto aguardava o momento de abraçar o filho José Carlos, após uma semana sem contato.

No pátio do Quartel do Comando Geral dos Bombeiros, na Capital, o patrulheiro rodoviário Gilvando Carvalho também esperava com ansiedade o reencontro. “A expectativa é revê-lo bem, depois de uma semana de muito esforço. Esperamos que ele esteja equilibrado, firme e pronto para seguir a carreira militar”, revelou Gilvando.

Minutos depois, os pais se dirigiram para outro ponto do Quartel e se posicionaram atrás dos alunos, que ouviam as boas vindas do Comando Geral, sem imaginar o que viria depois. Após um banho de mangueira, considerado um batismo simbólico dos novos soldados em formação, eles puderam ver quem os aguardava.

Abraços emocionados, choro e alegria selaram o encontro. “É um alívio ver os nossos e voltar ao convívio deles. Agora é trabalhar para crescer profissionalmente e servir à população paraibana”, disse a aluna Marcela Florêncio de Oriente, de 25 anos. O comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba, coronel Jair Carneiro de Barros, destacou que muitos dos novos soldados nunca tiveram uma experiência na vida militar, por isso a importância de uma semana de iniciação.

“É uma quebra de paradigmas, para que eles tomem ciência da realidade da atividade militar. Nós, enquanto servidores públicos, temos uma diferença para os servidores públicos civis. Somos regidos por toda uma doutrina específica”, destacou o comandante, ao acrescentar que a ‘semana zero’ também promove um aprendizado intenso e uma convivência entre os alunos que os fortalece para continuar o curso.

Ele agradeceu o apoio e a confiança depositada pelos familiares na corporação e enfatizou a credibilidade do Corpo de Bombeiros perante a sociedade. “Os Bombeiros estão há mais de dez anos frente à opinião pública como instituição de maior credibilidade. Isso nos orgulha de participar e pertencer a essa corporação e nos estimula a fazer cada vez mais”, concluiu Jair.

Semana de Adaptação – Durante cinco dias, os alunos soldados receberam uma série de instruções focadas no reconhecimento da rotina militar, que difere dos costumes civis. Conforme o coordenador geral do Curso, capitão Fernando Lima, no período ocorreram simulações de situações de privação que fazem parte da vida militar.

“Por vez, o Bombeiro vai ter que dormir tarde, comer rápido, em virtude das ocorrências, que são imprevisíveis. Futuramente, os alunos vão vivenciar isso e precisam saber como proceder”, explicou ele, ao citar algumas das instruções vistas. São elas: ordem unida – movimentos coordenados que possibilitam a apresentação em público -, regulamentos do militarismo (hierarquia e disciplina); além de instruções práticas de atendimento pré-hospitalar, incêndio florestal e natação utilitária.