João Pessoa
Feed de Notícias

Alunos e professores do Prima participam de capacitação com Quarteto de Cordas Olivier Toni

quarta-feira, 6 de maio de 2015 - 16:55 - Fotos: 

Uma oportunidade para alunos e professores do Projeto de Inclusão Social através da Música e das Artes (Prima). O Quarteto de Cordas Olivier Toni, de São Paulo, promove capacitações e vai realizar apresentações em cada polo do projeto. Entre as cidades contempladas estão João Pessoa, Cabedelo, Bayeux, Campina Grande, Cajazeiras e Catolé do Rocha. Nesta quarta-feira (6), a capacitação ocorreu no Centro Paroquial João Paulo II, no Alto das Populares, em Santa Rita.

Para o maestro Alex Klein, gestor do Prima, a chegada do Quarteto de Cordas Olivier Toni proporciona ainda mais oportunidades de inclusão social, a base do projeto. “Vamos ter condições de qualificar ainda mais os nossos alunos. Tínhamos professores de saxofone que ensinavam violino. Agora, vamos ter a oportunidade de oferecer aos alunos e professores do Prima uma qualificação mais unificada, com quem tem experiência nesses instrumentos”, explicou. “Além disso, estamos criando uma tradição de cordas, o que não tínhamos no nosso estado”, prosseguiu.

O maestro Alex Klein destacou que, além da aprendizagem, os alunos do Prima ganham com a chegada do Quarteto Olivier Toni mais uma fonte de inspiração. “É um quarteto jovem, porém de uma competência admirável. É um belo exemplo para os nossos jovens. Não tenho dúvidas de que colheremos bons resultados”, afirmou. “Outro dado significativo é que, depois de São Paulo, a Paraíba é o segundo Estado a investir nessa modalidade de música erudita, a ter um quarteto de cordas residente”, acrescentou.

Olivier Toni – O Quarteto é formado pelos músicos Samuel Moreira de Mello (violino); Caio Fábio Machado (violino); Jéfferson Martins Xavier (violoncelo); e Jully Yamamoto (viola). O grupo, formado há cinco anos, se diz entusiasmado em participar de um projeto de inclusão social. “A expectativa que nutrimos é maravilhosa. Já tivemos a oportunidade de conhecer dois polos do Prima e vimos um projeto sério, comprometido com a inclusão. Estamos muito gratos por essa oportunidade que nos deixará importantes lições”, afirmou Samuel Moreira.

Na trajetória do Quarteto Olivier, está a Orquestra Jovem Municipal de Guarulhos e o prêmio Revelação do Festival de Música de Santa Catarina (Femusc) 2015. “Foi uma experiência ímpar, na qual tivemos contato com o Arianna String Quartet, dos Estados Unidos, e com outros músicos interessantes. A nossa vinda para o Prima é uma oportunidade de compartilharmos essas experiências”, finalizou Samuel Moreira.