Fale Conosco

24 de maio de 2013

Alunos do Curso de Promotor de Polícia Comunitária visitam UPS’s da Capital



Quarenta alunos do Curso de Promotor de Polícia Comunitária visitaram, nessa quinta-feira (23), duas Unidades de Polícia Solidária de João Pessoa. A ação fez parte das aulas práticas da disciplina ‘Mobilização Social e Estruturação de Conselhos Comunitários de Segurança’, que integra a grade curricular do curso.

Para mim é uma honra participar dessa qualificação e, como membro da comunidade, me sinto feliz por poder multiplicar esse conhecimento e saber como participar ativamente nessa construção da segurança pública”, disse a aluna Eliezete Júlia, que integra a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano.

Também participam do Curso de Promotor de Polícia Comunitária agentes da Guarda Municipal de João Pessoa, policiais do 1º e 5º Batalhões (localizados na capital) e alunos do Curso de Formação de Soldados (CFSd) – que terminam a formação e passam a atuar nas ruas já em julho. Para estes últimos, conhecer a doutrina de uma polícia de pacificação e proximidade ajuda no desempenho operacional.

Eu acredito que é um curso relevante para a formação do policial, porque uma polícia que faz só aquele trabalho rotineiro de patrulhamento e abordagem não é completa. A Polícia Comunitária traz aproximação, até ao ponto do policial conhecer as necessidades da comunidade onde ele presta serviço”, opinou a aluna Raísa Silva, que conheceu as instalações e o trabalho das UPSs do Roger e Mandacaru.

Durante a atividade, os alunos foram instruídos pelo comandante do 1º Batalhão (1º BPM), tenente coronel Almeida, a instrutora Abimadabi Vieira, entre outras autoridades militares.

O Curso – Todos os policiais que atuam nas Unidades de Polícia Solidária (que somam 11 unidades em todo o Estado) participam do Curso de Promotor de Polícia Comunitária, oferecido também para policiais civis, bombeiros, guardas municipais, integrantes do Conselho Tutelar e líderes comunitários. Entre as disciplinas ministradas estão: Relações Interpessoais; Direitos Humanos; Mediação e Demais Meios de Resolução Pacífica de Conflito e Polícia Comunitária e Sociedade. A duração é de, em média, uma semana, totalizando até 41 horas aula.

Nesta semana, mais de 200 alunos iniciaram a qualificação, distribuídos nas cidades de João Pessoa, Campina Grande, Patos, Guarabira e Cajazeiras.