Fale Conosco

17 de novembro de 2009

Alunos da UFPB ficam por dentro da atuação da Vigilância Sanitária



Alunos do curso de Farmácia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) puderam tirar dúvidas sobre a função do Sistema de Vigilância Sanitária da Paraíba, durante um ciclo de palestras realizado nesta terça-feira (17) no auditório da Agência de Vigilância Sanitária (Agevisa), em João Pessoa. Diretores e técnicos das áreas de Medicamentos, Serviços de Saúde, Ciências e Tecnologias  Médicas do órgão estadual falaram sobre a importância das ações de prevenção dos riscos à saúde da população.

O evento foi aberto pelo diretor geral da Agevisa, José Alves Cândido, que falou sobre a importância das ações de vigilância sanitária e o papel do farmacêutico nesse contexto. “O farmacêutico pode contribuir com o controle de riscos sanitários, pois ele atua tanto nas áreas de serviços quanto na de produtos, envolvendo principalmente medicamentos, saneantes e cosméticos”, informou José Alves. Segundo ele, a maioria dos profissionais da área de saúde ainda desconhece o campo de atuação da vigilância sanitária no trabalho de proteção à saúde das pessoas.

Durante o ciclo de palestras, o estudante de Farmácia, Demóstenes Figueiredo, afirmou que as informações da Vigilância Sanitária Estadual contribuem para o exercício da profissional. “Aqui conhecemos o campo de atuação do farmacêutico e a valorizarmos a profissão que escolhemos. Além disso, aprendi que o farmacêutico precisa identificar a origem do medicamento e reconhecer as condições adequadas de armazenamento do produto, entre outros aspectos de controle”, revelou.

Para a professora de Políticas Públicas de Saúde da UFPB, Jória Guerreiro, a integração da instituição de ensino e o Sistema Estadual de Vigilância Sanitária rendeu resultados positivos no aprendizado dos alunos que participaram das palestras da Agevisa. “Espero que eles saiam com a consciência da importância dos serviços de vigilância sanitária”, disse.

Da Assessoria de Imprensa da Agevisa