Fale Conosco

9 de novembro de 2011

Algodão orgânico na agricultura familiar é tema de Dia de Campo em Juarez Távora



Nesta sexta-feira (11), a Embrapa Algodão e o Governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap) e da Emater Paraíba, realiza um Dia de Campo de Algodão Orgânico na Agricultura Familiar. O evento acontece no Assentamento Margarida Maria Alves, localizado no município de Juarez Távora, região administrativa de Guarabira, a partir das 8h.

Durante o Dia de Campo, as estações previamente instaladas (Institucional, Sistema de Cultivo, Manejo Ecológico de Insetos, Colheita, Beneficiamento e Comercialização) serão conduzidas por técnicos da Embrapa e da Emater, além de agricultores familiares, que vão relatar suas experiências com a cultura. O evento deve reunir cerca 200 participantes, entre técnicos, agricultores familiares, empresários do setor, extensionistas e pesquisadores do setor agrícola.

A área plantada com algodão branco em rama, trabalhada pela Emater, é de 100 hectares. A produção, estimada de 60 toneladas, beneficiará 75 famílias agricultoras, que já têm a comercialização garantida pela Cooperativa de Produção Têxtil e Afins do Algodão (Coopnatural).  O algodão será certificado pelo Instituto Biodinâmico de Botucatu, de São Paulo.

As ações da Emater com a cultura, segundo o presidente da empresa, Giovanni Medeiros, integram o planejamento da Rede Paraíba de Algodão Agroecológico. São parceiros do evento, além da Embrapa e Governo do Estado, a Associação dos Produtores do Assentamento Margarida Maria Alves, a ONG  Arribaçã e a Coopnatural.