João Pessoa
Feed de Notícias

Além da aula inaugural houve a entrega medalhas a autoridades do trânsito

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010 - 15:26 - Fotos: 
Os 80 alunos da primeira turma para formação de candidatos a carteira de motorista da Escola Pública de Trânsito (EPTRAN) participaram da aula inaugural na manhã desta quarta-feira (dia 22), na sede do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB). Na ocasião,  houve a entrega da ‘Medalha Paraibana do Mérito de Trânsito’, concedida às pessoas que contribuíram de forma direta para a humanização e a melhoria do trânsito no Estado. Nove pessoas foram homenageadas com a medalha.

A solenidade de inauguração da Escola Pública de Trânsito (EPTRAN) contou com a presença do secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Gustavo Gominho, um dos agraciados com a medalha do mérito, que homenageou o diretor superintendente do Detran, coronel Francisco de Assis Silva, também com a medalha, e o sub-comandante do Batalhão de Trânsito, Major Limeira.

Além do secretário de Segurança e do Coronel Francisco, receberam ‘Medalha Paraibana do Mérito de Trânsito’ o professor e educador Samuel Correa de Aragão, que integra o Conselho de Trânsito; o mais antigo conselheiro do Conselho de Trânsito, Amauri Alves de Azevedo; o secretário executivo da Segurança, Hamilton Cordeiro; o chefe da Assessoria Jurídica do Detran, advogado Celso Fernandes; o coordenador da ONG ‘Educar para o Trânsito, Educar para a Vida’, Luis Carlos André; o estudante da Academia Epitácio Pessoa, Hugo César Trajano de Matos, vencedor do Prêmio Denatran, na categoria Ensino Médico – Educação de Jovens e Adultos; e o motorista mais antigo da Paraíba em atividade, Pedro Nunes de Oliveira, de 101 anos, que tirou a primeira Carteira de Habilitação no início dos anos 50 e nunca cometeu uma infração no trânsito.

O motorista Pedro Nunes não pôde comparecer à solenidade, assim como o comandante da Polícia Militar da Paraíba, Coronel Wilde de Oliveira Monteiro, que também foi agraciado. Eles vão receber a medalha posteriormente.

O diretor superintendente do Detran, Coronel Francisco de Assis, ressaltou a importância da escola, lembrando que ela já deveria ter sido implantada por estar prevista no Código Nacional de Trânsito. “Em vários estados do Brasil as escolas já estão funcionando há muito tempo. Há 13 anos, a Paraíba esperava pela Escola de Trânsito, e só agora ela foi implantada, uma conquista da atual gestão, que quita uma dívida com os paraibanos”, observou.

EPTRAN – A Escola Pública de Trânsito da Paraíba, lançada pelo Governo do Estado em outubro deste ano, possibilita o acesso gratuito à Carteira Nacional de Habilitação (CNH) aos candidatos carentes. Criada através de um Decreto Governamental, a EPTRAN é um segmento do Detran que oportuniza ao cidadão acesso à primeira habilitação, assumindo o ônus do ensino teórico e de prática de direção veicular, dentro do limite de vagas estabelecido, oferecendo gratuitamente os exames periciais. O Regimento Interno foi aprovado e sancionado pelo Conselho Diretor do Detran e publicado no Diário Oficial do dia 20 de novembro.

Para ter direito ao benefício, o candidato deve atender exigências do Regimento, como ser comprovadamente residente na Paraíba e estar desempregado e inscrito em algum programa social do Governo. Na EPTRAN os candidatos carentes pagam apenas a taxa de inscrição no RENACH (Registro Nacional de Carteira de Habilitação). As aulas teóricas e práticas são bancadas pelo Detran, que adquiriu 2 carros e 2 motocicletas para as aulas de moto e direção. Os primeiros alunos foram escolhidos em sorteio público entre mais de 1.500 inscritos.