João Pessoa
Feed de Notícias

Secretários

Biografia reduzida

LENILDO DIAS DE MORAIS

 

Nascido no dia 13 de novembro de 1963, na cidade de Patos – PB, Lenildo Morais teve toda sua infância na cidade, mais precisamente no bairro do Jardim Guanabara, onde reside até hoje.  Sempre ativo na política, Lenildo Morais militou no movimento estudantil secundarista e participou ativamente das primeiras campanhas do Partido dos Trabalhadores (PT), onde se filiou ao mesmo em 1982, sendo o único Partido até hoje filiado. Em 1984, Lenildo foi morar no Estado de Rondônia e acabou trabalhando, por um período de doze anos, na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), no qual foi aprovado em concurso público. Naquele mesmo Estado, começou a militar no movimento sindical, sendo Presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Pesquisa Agropecuária e Florestal, como também da Direção da Central Única dos Trabalhadores – CUT Estadual.

 

Posteriormente, em 1997, transferiu-se para Brasília e assumiu o cargo de Secretário Geral e Presidente Nacional do Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário (SINPAF). Durante as gestões de Lula, participou de diversos cargos de confiança, tais como Diretor Executivo da Fundação Nacional de Saúde – FUNASA (novembro de 2003 a setembro de 2005) – e de Diretor de Recursos Logísticos da Casa Civil (outubro de 2005 a abril de 2007). Entre maio de 2007 e dezembro de 2008, foi Chefe de Gabinete do Deputado Federal Geraldo Magela. Em dezembro de 2008, assumiu o cargo de Gerente do Escritório de Negócios da Embrapa Transferência de Tecnologia de Campina Grande – PB, onde permaneceu até junho de 2011. Ainda em junho de 2011, assumiu a Superintendência Regional do Incra do Estado da Paraíba, permanecendo até o início de junho de 2012. Quanto ao âmbito acadêmico, Lenildo Morais cursou Geografia pela Universidade Federal de Rondônia, em 1995. O patoense é Mestre ainda em Gestão de Ciência e Tecnologia do Centro de Desenvolvimento Sustentável da Universidade de Brasília (2010).