João Pessoa
Feed de Notícias

Agricultores recebem parcela de crédito fundiário nesta quarta-feira

terça-feira, 12 de abril de 2011 - 13:12 - Fotos: 

Dezessete famílias de agricultores paraibanos vão receber, nesta quarta-feira (13), uma das parcelas do crédito fundiário solicitado para aquisição de terra e investimentos comunitários em suas regiões. A entrega simbólica será feita num evento realizado, às 9h30, no Instituto de Terras e Planejamento Agrícola (Interpa).

As famílias são de Barra de Santa Rosa, a 139 km de João Pessoa, e já receberam a parcela referente à compra da terra, o SAT (Subprojetos de Aquisição de Terra). Agora elas vão receber a primeira parcela referente ao SIC (Subprojeto de Investimentos Comunitários). A verba total liberada, levando-se em consideração os dois subprojetos, será de R$ 588 mil.

A solenidade de liberação do crédito, na sala de reuniões do Interpa, contará com as presenças do coordenador geral e operacional do crédito fundiário, em Brasília, André Marinho, e de uma das consultoras nacionais do programa, Emmanuelle Caiafa. Eles estão em João Pessoa, desde a última segunda-feira, para analisar o andamento do programa, que foi criado pelo Governo Federal em 2002 e na Paraíba é coordenado pelo Interpa.

Durante o evento desta quarta-feira será assinado um termo de cooperação técnica entre a Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap), a Emater, o Interpa e o Banco do Nordeste para o fortalecimento do crédito fundiário na Paraíba. A solenidade será marcada, ainda, pela apresentação do novo portal do Interpa, com um sistema que permitirá aos trabalhadores rurais o acompanhamento dos pedidos de financiamento, de forma clara e objetiva. “Os solicitantes vão saber em que etapa está o processo, se ele está pendente de alguma documentação, se está perto de ser repassado o dinheiro, além de outras informações”, revelou o presidente do Interpa, Nivaldo Magalhães.

Segundo ele, este será um momento importante para a Paraíba. A partir de agora, caso não tenham nenhuma pendência, os pedidos de crédito fundiário serão atendidos em, no máximo, 120 dias. Antes, o processo demorava até três anos. Nos primeiros 100 dias de 2011, foram contratados e/ou liberados cerca de seis milhões de reais em créditos fundiários, um milhão a mais do que todo o ano passado.