João Pessoa
Feed de Notícias

Agricultores do Vale do Paraíba ganharão barragens subterrâneas

quinta-feira, 26 de setembro de 2013 - 17:43 - Fotos: 

Os agricultores familiares do município de Salgado de São Félix, no Vale do Paraíba, serão contemplados com a construção de 50 barragens subterrâneas e 38 apicultores da comunidade rural Dois Riachos ganharão um entreposto e duas casas de mel, financiados pelo Projeto Cooperar. Estas foram algumas ações anunciadas durante a realização da 2ª Jornada de Inclusão Produtiva, realizada pelo Governo do Estado, por meio da Emater, na manhã desta quinta-feira (26).

Os benefícios foram anunciados pelo coordenador regional da Emater em Itabaiana, Paulo Emílio de Souza, e pelo prefeito Adaurio Almeida, que ressaltou, na ocasião, o trabalho que a Emater realiza na região, criando condições para que o homem do campo tenha acesso às políticas públicas e às ações de convivência com a estiagem. O prefeito anunciou que serão ampliadas as compras por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), cujos agricultores familiares são assistidos pela Emater, estando atualmente no patamar de 30% do valor mínimo exigido pelo Governo Federal.

Durante o evento os agricultores conheceram as ações realizadas pelo Programa Veneno Zero, que consiste numa experiência com o uso de inseticidas naturais para produzir alimento agroecológico.

Cerca de 160 pessoas, entre agricultores e habitantes da cidade, participaram do evento, que também promoveu o cadastramento de agricultores interessados no benefício do Programa Tarifa Verde, que reduz a taxa de energia elétrica para a irrigação. O BNB orientou quanto à renegociação de dividas dos produtores e o Agroamigo esteve presente atendendo a quem desejava formular novos pedidos de empréstimos.

Os agricultores também tomaram conhecimento do funcionamento do Programa de Habilitação Rural, fizeram inscrições para receber a Declaração de Aptidão do Produtor, que garante formular o acesso às políticas públicas. O padre João Izidro Neto, da Paróquia São Félix Cantalice, participou da jornada. Entre outras ações de cunho social, ele acompanha os trabalhos dos apicultores do município.

Segundos dados da Emater, no ano de 2012 foram liberados mais de R$ 1 milhão em crédito rural em projetos elaborados e assistidos pela Empresa na região, destinados a ações de convivência com a estiagem, beneficiando dezenas de agricultores familiares.

O presidente da Emater, Geovanni Medeiros, disse que os extensionistas são orientados a executar ações de Assistência Técnica Rural (Ater) e convivência com o semiárido, que reduzam os efeitos da estiagem e possibilitem aos agricultores familiares enfrentar a seca. A construção de cata-vento também é uma prática muito comum no meio rural e tem sido a principal forma de captação de água no subsolo.

A Jornada é uma ação articulada entre os governos estadual, municipal e federal, com a participação de parceiros, que visa à aproximação dos agricultores familiares a projetos de financiamento de atividades rural. As Jornadas de Inclusão Produtivas atendem ao convênio MDA/SAF-Emater-PB – 701154/2008.

O evento contou, ainda, com a presença de dois representantes do Tribunal de Contas da União (TCU) que vieram participar da Jornada e visitar dois agricultores beneficiados com a política pública do Garantia Safra e do crédito do Pronaf. Os auditores Isabela Barcelo e Sivilan Tonhá estavam acompanhados do chefe do Núcleo de Crédito da Emater, Vlaminck Saraiva, e de José Marinho e Pedro Marciano e visitaram, depois, os agricultores José Neves Correia e José Augusto da Silva, do Sítio Canto Alegre, beneficiários do Garantia Safra. Eles queriam fazer uma avaliação das políticas públicas que ajudam na convivência das famílias com a estiagem.

Ainda durante a Jornada ocorreram exposição e venda de produtos da Associação dos Apicultores de Salgado de São Félix com degustação dos produtos derivados do mel; exposição dos produtos oriundos dos agricultores familiares do município; artesãos do município de Gurinhém expuseram e comercializaram seus produtos. A Secretaria de Saúde Municipal realizou aferição de Pressão Arterial e Vacinação contra Tétano e Hepatite.

Ao final, no balanço feito Emater, o Programa Tarifa Verde recebeu oito inscrições, e cinco agricultores manifestaram o desejo de se tornar fornecedores ao Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) e o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Foram assinadas 24 propostas de DAPs e 76 agricultores buscaram orientações sobre os programas trabalhados pela Emater.

Já o BNB atendeu a 36 agricultores, e mais 16 assinaram o termo de adesão para renegociação de suas dívidas e seis apresentaram propostas para o Agroamigo e para este mesmo programa quatro manifestaram o desejo de renegociar dívidas. O Cooperar atendeu a 10 associações e agricultores interessados em projetos de cisterna de alambrado, apicultura e artesanato para projetos futuros.