João Pessoa
Feed de Notícias

Agricultores do Ecoprodutivo recebem matrizes e reprodutores de caprinos do Governo do Estado

quarta-feira, 11 de maio de 2016 - 10:33 - Fotos:  Oziel

Depois de fazer a entrega de matrizes e reprodutores de caprinos de alta linhagem genética em dois dos cinco Projetos Ecoprodutivos, o Governo do Estado, por meio da Gestão Unificada Emepa/Interpa/Emater (GU), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap), repassou mais 13 animais para as famílias residentes nas comunidades de Oziel Pereira, no município de Remígio, Quilombola Bonfim, em Areia, e Alagamar, em Salgado de São Félix.

Os animais repassados trazem a marca da genética da Emepa, reconhecida em todo o país pelo padrão de qualidade das matrizes e reprodutores pesquisados. A proposta é otimizar o sistema de produção animal na comunidade e, assim, contribuir para o melhoramento do rebanho.

Conforme o cronograma de repasse dos animais, que aconteceu na terça-feira (10) em Oziel Pereira, foram um macho e duas fêmeas da raça Dorper, e mais um macho e uma fêmea Boer. No Quilombola Bonfim, foram um macho e duas fêmeas Dorper, e um reprodutor Dorper, e já para Alagamar, foram um macho e duas fêmeas Dorper e mais um macho e uma fêmea Dorper.

Na semana passada, também foram contemplados os agricultores integrantes dos Projetos Ecoprodutivos do Quilombola Pitombeira, no município de Várzea e de Bartolomeu I, em Bonito de Santa Fé, no Sertão, também com animais com a qualidade da genética Emepa-PB, sendo oito reprodutores das raças Boer (dois), Savanna (dois) e Dorper (quatro).

O presidente da Gestão Unificada, Nivaldo Magalhães, lembrou que o Projeto Ecoprodutivo está estimulando e valorizando também as potencialidades dessas comunidades no que se refere à ovinocaprinocultura, para que as famílias locais descubram nessa atividade uma importante fonte de renda. Coube aos técnicos pesquisadores Leonardo Medeiros e Jorge Farias fazerem a entrega dos animais. Já a Emater selecionou as famílias que tenham condições de abrigar os animais, em sua propriedade, lembrou a coordenadora do Projeto Ecoprodutivo, Ivonete Menino.