João Pessoa
Feed de Notícias

Agricultores conhecem ações de convivência com estiagem no semiárido

segunda-feira, 17 de junho de 2013 - 10:48 - Fotos: 

A Emater Paraíba tem como metas a implantação de Sistemas Agroflorestais no semiárido, começando pelo município de Santa Cecília, onde a Unidade Operadora local tomou a iniciativa de começar as discussões em torno deste projeto, desenvolvendo técnicas de extensão rural e difusão de tecnologias sociais, sustentáveis e economicamente viáveis. Com essa finalidade, na sexta-feira (14), um grupo de agricultores familiares visitou a sede do Insa (Instituto Nacional do Semiárido), no sítio Salgadinho, município de Campina Grande.

As pesquisas do Insa visam melhorar a produção sustentável no semiárido, ajudam o agricultor a conviver com a seca, além de minimizar os efeitos da estiagem, que atualmente é das piores dos últimos 50 anos. Essas lideranças rurais serão multiplicadores das informações que foram repassadas durante a visita.

A proposta é a implantação de Sistemas Agroflorestais em propriedades rurais do município de Santa Cecília, como uma técnica eficiente que utiliza de maneira racional o solo, evitando degradação, aproveitando a terra de forma mais eficiente e proporcionando uma melhoria nas condições edafoclimáticas. A primeira etapa da visita consistiu na visualização in loco de um Sistema Agroflorestal. Os agricultores conheceram um experimento com palma solteira e palma em sistema agroflorestal que está implantado e sendo pesquisado há três anos na Fazenda Miguel Arraes.

Após a visita ao experimento, os agricultores conheceram a fazenda experimental do Insa, localizada no sitio Salgadinho, município de Campina Grande, e também trabalhos de pesquisa que estão sendo ali desenvolvidos. Destaca-se a produção de hortaliças através de hidropônica, produção de forragem hidropônica utilizando água salobra, trabalhos com a raça bovina nativa Pé Duro, produção de mudas nativas e forrageiras, plantio de palma forrageira resistente a Cochonilha do carmim, plantio de agave para produção de forragem, etc.

O Insa é uma instituição de pesquisa, de caráter nacional, com enfoque no semiárido brasileiro, integrante da estrutura básica do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). Como referência científica da região Nordeste, promove e divulga a ciência, tecnologia e inovação como patrimônios universais para o bem da humanidade e particularmente para o semiárido brasileiro. O Insa desenvolve e articula pesquisas voltadas para os problemas do semiárido.

Os agricultores fizeram uma avaliação da visita às instalações da sede do Insa. Segundo Augusto Correia, presidente da Associação do Sitio Maniçoba, a visita foi muito proveitosa, onde todos tiveram a oportunidade de conhecer novas técnicas, que são simples de fazer e podem ajudar muito o agricultor. Josias Marques, presidente da Associação do Sitio Boi Seco falou que valeu a pena visitar um local com tantas pesquisas voltadas para a nossa região, que podem melhorar e muito a produção agropecuária.