João Pessoa
Feed de Notícias

Agricultores assistidos pela Emater comercializam hortaliça orgânica na Expofeira 

quinta-feira, 22 de setembro de 2016 - 16:10 - Fotos: 

Os visitantes da 49ª edição da Feira Paraíba Agronegócios, que acontece no Parque de Exposições Henrique Vieira de Melo, em João Pessoa, têm no stand da Gestão Unificada Emepa/Interpa/Emater uma diversidade de atividades que ajudam no fortalecimento da agricultura familiar.  O evento é organizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e Pesca (Sedap).

Quem desejar poderá comprar hortaliças orgânicas produzidas por agricultores familiares, assistidos pela Emater. Vindos do Assentamento 1º de Maio, do município de Maturéia, os produtos da Silvania Agrorgânicos estão chamando a atenção de consumidores.  Portadora de selo fornecido pelo IBD orgânico – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, seus produtos são comercializados em feira livres, supermercado da região de Patos, e fornecidos aos programas de compras governamentais, PAA e PNAE.

O grupo familiar do assentamento que trabalha com a produção orgânica é composto de oito pessoas, trabalhando com uma grande variedade de hortaliças, quais sejam tomate cereja, tomate salada, repolho, quiabo, abobrinha, pepino, pimentão, cenoura, cinco tipos de batata-doce, milho verde, vagem, couve-flor e maracujá. “Poderíamos trabalhar com uma maior diversificação de culturas, mas devido à escassez de água tivemos que reduzir as plantações”, informou Silvania Maria de Lima Cordeiro.

A atividade em grande escala se consolidou há oito anos depois que passou a receber assistência da Emater, na unidade operativa do município de Maturéia, regional de Princesa Isabel, recebendo, inclusive, orientação para obter o selo orgânico. “A gente trabalhava com a hortaliça convencional, comercializava nas feiras livres até que, a pedido da Fazenda Tamanduá, buscamos o selo para atender o mercado de exportação para outros Estados”, comentou.

Quando fornecia para os mercados de grandes cidades, deparou-se com o período de estiagem que se alastra por quase três anos, obrigando a diminuir a área de plantação. No momento trabalha para atender os clientes das feiras livres, o PAA, PNAE e um supermercado na cidade de Patos.

Usando o sistema de irrigação por gotejamento, as famílias do assentamento que trabalham com hortaliças, por orientação dos extensionistas da Emater utilizam para o controle de pragas, os extratos produzidos a partir de plantas nativas da região.