João Pessoa
Feed de Notícias

Agricultor familiar de Uiraúna agradece a Emater por Feira do Produtor

sexta-feira, 29 de abril de 2011 - 11:21 - Fotos: 

Agricultores familiares da região de Uiraúna ganharam a mais nova feira de produtos agrícolas organizadas pela Emater-PB, sob a coordenação da Secretaria do Desenvolvimento Agropecuário. São 30 barracas padronizadas que colocam à disposição dos consumidores itens produzidos sob orientação e controla da extensão rural.

A Feira do Produtor de Uiraúna foi inaugurada nesta quarta-feira (27) e, na ocasião, foram liberados pelo Banco do Nordeste recursos da linha de crédito Pronaf B para 35 agricultores familiares. Eles poderão ampliar a produção de alimentos saudáveis a baixo custo para a população, fortalecendo também sua renda mensal e a economia local.

A Emater tem como meta levar esse modelo de feira para outros municípios, a partir de parcerias que estão sendo efetivadas, inclusive com o Ministério do Desenvolvimento Agrário, revelou o diretor técnico Erasmo Rocha de Lucena, que inaugurou a feira ao lado da prefeita de Uiraúna, Glória Geane de Oliveira Fernandes, do chefe do escritório local da Emater, Geraldo Luiz de Araújo, e de outros prefeitos da região.

Esses prefeitos manifestaram o desejo de implantar esse sistema de comercialização da produção agrícola em suas cidades. O trabalho tem acompanhamento do coordenador regional do órgão, Francisco de Assis Bernardino.

A prefeita Glória Geane considerou como salutar a parceria que o município de Uiraúna mantém com a Emater, o que tem permitido realização de ações que dão nova dimensão ao setor agropecuário local. Segundo ela, o agricultor familiar está ajudando na melhoria da qualidade de vida ao contribuir com o consumo de produtos saudáveis.

O prefeito de Poços Dantas, Itamar Moreira, que também é técnico agrícola da Emater, informou que já vem realizando feira idêntica há um ano, com grande aceitação dos agricultores. São 20 barracas, atendendo a mais de 100 famílias. “A grande dificuldade para o pequeno agricultor é a comercialização”, disse, enfatizando a necessidade desse tipo de ação.

Mudança – Cada produtor tem uma história diferente para contar, como é o caso de Felipe Francisco da Silva, do Sítio Areias, que trabalhava vendendo coco verde pelas ruas da cidade, até que foi selecionado para comercializar na Feira do Produtor. Já Geraldo Fernandes da Costa, da localidade Santo Ubelino, também vinha encontrando dificuldades para comercializar sua produção agrícola e destacou o apoio que garante comercializar seus produtos em local apropriado.

O agricultor Charles André de Sousa, do Sítio Riacho do Exu, disse que a Emater está proporcionando aumento nas venda e oferecendo alimentos que podem melhorar a qualidade de vida das pessoas. Para José Victor da Silva, do Sítio Quixaba de Cima, a feira está permitindo que sua produção chegue à mesa dos consumidores, assegurando-lhe uma melhoria de renda semanal.