Fale Conosco

6 de junho de 2012

Agricultor familiar começa receber semente de batatinha para plantio de 2012



Os agricultores familiares de seis municípios do Território da Cidadania da Borborema, composto por Areial, Esperança, Montadas, Lagoa Seca, Remígio e São Sebastião de Lagoa de Roça, começaram a receber sementes de batata inglesa para iniciar o plantio. As sementes para a safra deste ano foram produzidas a partir das 940 caixas de batata sementes distribuídas pelo Governo do Estado no ano passado entre 104 famílias agricultoras, das quais foram produzidas e armazenadas para o Programa de Distribuição de Sementes 742 caixas, e 520 caixas são procedentes de armazenamento feito pelos próprios agricultores, totalizando 1.262 caixas com possibilidade de plantio para a safra de 2012.

Por meio da Secretaria do Desenvolvimento da Agropecuária e Pesca (Sedap) e da Secretaria Executiva da Agricultura Familiar, o Governo do Estado está revitalizando a cultura da batatinha. Também participam do programa a Emepa e a Emater Paraíba, através dos escritórios regionais de Areia e de Esperança.

A aquisição de mais 1.200 caixas de sementes de batatinha também está em fase de licitação pelo governo. A distribuição é feita pelos Sindicatos de Trabalhadores Rurais e representantes de cada município, com assessoramento dos escritórios locais da Emater.

Na segunda-feira (4), foi realizada uma reunião em Esperança com os representantes dos sindicatos dos trabalhadores rurais, ONGs e Emater Paraíba, quando foi discutida a distribuição da semente de batata na região do Território da Borborema.

O secretário da Agricultura Familiar, Alexandre Eduardo Araujo, afirmou que os plantios foram conduzidos com rigor sanitário, para evitar o ataque de pragas ou infecção por doenças. As lavouras foram inspecionadas por técnicos da Defesa Vegetal da Sedap, com o objetivo de evitar pragas ou doenças que possam prejudicar o plantio da batatinha.

A produção de semente seguiu a forma agroecológica e deve ser devolvida a mesma quantidade de batata semente que for recebida por cada agricultor ou agricultora, para a manutenção do banco de sementes. Na reunião ficou acertada que deverão ser realizadas oficinas de produção de biofertilizantes para aplicação na cultura. O agricultor pagará a taxa de R$ 0,50 de armazenamento da batata para a mão-de-obra do carregamento, no ato do recebimento.