Fale Conosco

3 de julho de 2014

Agricultor de Matureia comemora safra recorde de grãos apesar da estiagem



O agricultor familiar Geová Machado da Costa, do município de Matureia, na região administrativa da Emater de Princesa Isabel, comemora os índices alcançados com a safra de grãos colhida em relação aos últimos três anos de estiagem prolongada. Em apenas seis hectares, já colheu neste ano mais de 60 sacas de feijão vigna, 3. 200 quilos de castanha de caju e espera colher em torno de 20 sacas de feijão phaseolus.

Apesar das chuvas irregulares, atribuo o sucesso alcançado à distribuição de sementes selecionadas, em tempo hábil, pelo Governo do Estado, aliado a uma assistência técnica precisa e inovações tecnológicas de qualidade”, disse o agricultor, acrescentando que esses fatores fizeram a grande diferença na produção em sua propriedade. Ele recebe assessoramento do técnico Hildener Lucena da Costa, da Unidade Operativa da Emater de Matureia.

Em uma área de 60 hectares, localizada na comunidade Santa Terezinha, Geová Machado e sua família têm uma agricultura diversificada. Ele cultiva feijão das variedades phaseolus e vigna, pinha, milho, fava, jerimum, áreas de pastagem com forrageiras de corte e pisoteio, criação de bovinos de corte e de leite, criação de aves caipiras e alternativas, pocilga com suínos para recria e corte, além de uma unidade demonstrativa de caju anão precoce CCP 76.

Todos os benefícios, segundo o agricultor, foram adquiridos por meio de projetos técnicos de financiamento elaborados e implantados pela Emater de Matureia, por meio das linhas de crédito Pronaf Semiárido, Custeio Pecuário e Pronaf Mais Alimentos.

Ao destacar a importância da extensão rural, o presidente da Emater Paraíba, Geovanni Medeiros, informou que o agricultor familiar assessorado pelo extensionista produz quatro vezes mais do que aqueles que não contam com esse tipo de assistência. Ele disse que a extensão rural deve focar cada vez mais nas inovações tecnológicas e políticas públicas, procurando implantar aquilo que for da sua competência e facilitando o acesso do agricultor familiar.