Fale Conosco

8 de setembro de 2016

Agevisa reforça recomendação do MPPB e orienta Visas a retirarem 49 medicamentos do mercado



A Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa/PB) encaminhou orientação às Coordenadorias de Vigilância Sanitária de todos os municípios paraibanos para que cumpram recomendação do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério Público (MP-Procon) e promovam imediatamente a retirada do mercado de 49 medicamentos que estão com lotes comprometidos.

De acordo com a diretora-geral da Agevisa/PB, Glaciane Mendes, a recomendação do MP-Procon foi discutida em audiência conjunta do Ministério Público, Procons Estadual e Municipais de João Pessoa e Cabedelo, Agevisa/PB, Coordenadoria de Vigilância Sanitária de João Pessoa, Sindicato das Drogarias e Farmácias, representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PB) e dos Conselhos Regionais de Medicina e de Farmácia.

A retirada dos medicamentos, segundo o diretor-geral do MP-Procon, Glauberto Bezerra, na reunião em João Pessoa, faz parte do Programa de Prevenção de Acidente de Consumo, que atende às necessidades dos consumidores na proteção de seus interesses tanto econômico como em qualidade de vida. Na oportunidade, ele ressaltou que “em 16 meses a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) detectou 148 medicamentos com problemas de qualidade, que vão desde as embalagens trocadas até medicamentos de 10 ml com comprimidos de 20 ml, inclusive ampolas com corpo estranho dentro. “Até os medicamentos ‘Rivotril’ e o ‘Lexotan’ constam problemas em alguns lotes e devem ser retirados imediatamente das prateleiras”, enfatizou.

Na orientação encaminhada às Visas municipais, a diretora-geral da Agevisa/PB, Glaciane Mendes, ressaltou a determinação do Ministério Público de instaurar Inquérito Civil para apurar e adotar as providências cabíveis caso haja descumprimento da recomendação.

Veja na íntegra a relação dos medicamentos que devem ser retirados do mercado.

Lista de medicamentos que devem ser retirados do mercado (08-09-2016)