Fale Conosco

25 de maio de 2012

Agevisa promove capacitação em Saúde do Trabalhador para Vigilâncias municipais



A Agência Estadual de Vigilância Sanitária da Paraíba (Agevisa/PB) promove, na próxima semana, em parceria com o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), o Curso de Capacitação em Vigilância em Saúde do Trabalhador destinado aos técnicos que integram os quadros profissionais das Vigilâncias Sanitárias (Visas) dos municípios que integram a 1ª Gerência Regional de Saúde do Estado.

O curso será realizado no período de 28 de maio (segunda-feira) a 1° de junho de 2012 (sexta-feira). As aulas serão ministradas nos dois turnos, das 08 às 12h e das 13 às 17h, no Centro Estadual de Formação de Recursos Humanos da Paraíba (Cefor/PB), localizado na Avenida Pedro II, n° 1.826, no bairro de Jaguaribe, em João Pessoa/PB.

De acordo com o diretor geral da Agevisa/PB, Jailson Vilberto, a iniciativa faz parte do projeto de Descentralização das Ações de Vigilância Sanitária desenvolvido pelo órgão estatal com o objetivo de garantir maior eficiência ao trabalho em todas as regiões da Paraíba.

Sob a coordenação das Gerências Técnicas de Inspeção em Saúde do Trabalhador e de Integração e Articulação da Agevisa/PB, o curso será composto de abordagens teórico-práticas para desenvolver a percepção para avaliação de riscos nos ambientes de trabalho relacionados às diversas atividades laborais desenvolvidas.

Entre os riscos enfrentados diariamente pelos trabalhadores, segundo observa a gerente técnica Savana Henriques, estão a manipulação de produtos químicos, orgânicos e biológicos e também a exposição a ruídos, poeiras, calor e outros perigos comuns às atividades profissionais ligadas ao setor regulado pela Vigilância Sanitária, que inclui todos os ambientes onde haja a presença do trabalhador, sejam eles formais ou informais, urbanos ou rurais, comerciais, industriais, de saúde, da iniciativa pública ou privada.

Estão sendo disponibilizadas 30 vagas para os técnicos das Visas municipais do 1° Núcleo Regional de Saúde da 1ª região, que serão capacitados para desenvolver inspeções sanitárias voltadas à avaliação de riscos sanitários relacionados à saúde do trabalhador, segundo informa a gerente de Integração e Articulação, Kallen Micheline Lima.