João Pessoa
Feed de Notícias

Agevisa divulga ações de Vigilância Sanitária

quarta-feira, 11 de novembro de 2009 - 10:32 - Fotos: 

A Vigilância Sanitária Estadual divulgou nesta terça-feira (11) um relatório de ações realizadas até outubro deste ano. Conforme dados apresentados ao Núcleo de Assessoramento na Descentralização das Ações de Vigilância Sanitária (Nadav), da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), 80% das atividades de inspeções sanitárias e cursos de capacitação para técnicos, inspetores e profissionais do setor regulado foram cumpridas. O processo de interiorização das ações aponta resultados favoráveis: dos 223 municípios paraibano 123 assinaram o termo de pactuação para realização de ações básicas em vigilância.
 
De acordo com informações do gerente de Descentralização e Articulação da Agevisa, Alberto José dos Santos, no total de 300 inspeções programadas para este ano, 240 foram realizadas, sem contar com os retornos dos inspetores que verificam se os produtos e serviços se adequaram as normas sanitárias para evitar riscos à saúde da população. No setor de Alimentos foram realizados 20 cursos e restam apenas cinco. Das 184 indústrias de alimentos fiscalizadas restam apenas 27 serem inspecionadas.
 
“A programação de ações da Agevisa contempla todos os setores que funcionam sob o controle sanitário. Na área de Ciência e Tecnologias Médicas ocorre o monitoramento da qualidade de imagem das mamografias, que um serviço pioneiro no Brasil, além das campanhas de controle do tabagismo, entre outras ações. A área de Serviços de Saúde também acompanha os resultados positivos de trabalho da Agevisa”, disse. O gerente de Articulação também informou sobre três cursos de capacitação das vigilâncias sanitárias municipais que foram realizados recentemente pela Agência e o Seminário Paraibano de Direito Sanitário que está programado para este mês.

Descentralização das ações – Entre as ações apresentadas pela Agevisa ao Nadav está a programação de atividades ligadas a pactuação dos serviços de vigilância sanitária nos municípios paraibanos. Esse trabalho recebe o acompanhamento do Grupo de Apoio a Descentralização (GAD), que oferece apoio técnico através de cursos de capacitação, além do monitoramento das ações nas localidades. “Os municípios que estão habilitados executam ações básicas de vigilância, a exemplo de inspeções em bares, restaurantes, feiras livres, hotéis, entre outros”, afirmou a representante do GAD Fátima Mendes.

Avaliação da Anvisa -  Segundo o Chefe Substituto do Nadav, da Anvisa, Oswaldo Miguel Júnior, a Agência de Vigilância Sanitária do Estado da Paraíba trabalha com bastante afinco e conta com profissionais qualificados. Por isso, as ações estão sendo cumpridas conforme foi estabelecido o planejamento de atividades de rotina do controle sanitário de prevenção a saúde da população e ampliando as ações aos municípios paraibanos. “Um ponto fundamental da Paraíba é a organização da vigilância sanitária. O Estado sabe fazer a leitura dos seus municípios e possui a capacidade de fazer diagnóstico. A Paraíba está um passo a frente de muitos outros Estados em relação à descentralização de ações”, revelou.

Para o diretor geral da Agevisa, José Alves Cândido, o planejamento da Agência é fundamental para o desenvolvimento das ações da vigilância sanitária. A partir dele são traçados os objetivos que norteiam as ações sanitárias na Paraíba reconhecidas pela Anvisa. O resultado do trabalho da nova gestão estabelece as atividades que serão desenvolvidas no próximo ano.

“Recentemente a Agevisa iniciou um processo de ampliação das ações de vigilância sanitária nos municípios paraibanos. Esse é um cumprimento de uma das metas da nova gestão de Governo do Estado no sentido capacitar os profissionais do setor que atuam em diversas localidades da Paraíba com o objetivo de garantir a segurança na saúde e qualidade de vida da população”, concluiu.

Assessoria de Imprensa da Agevisa