Fale Conosco

4 de abril de 2014

Agevisa apoia Núcleos de Segurança do Paciente em hospitais de João Pessoa e Campina Grande



A Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa/PB) participa, por meio de acompanhamento e orientações técnicas, do processo de implantação de Núcleos de Segurança do Paciente (NSP) nos hospitais em atividade em várias regiões do Estado. Segundo a diretora geral da autarquia, engenheira de Alimentos Glaciane Mendes, a presença da Agevisa tem por finalidade garantir, na Paraíba, a observância ao disposto na Portaria nº 529/2013, do Ministério da Saúde, que criou o Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP) com o objetivo central de contribuir para a qualificação do cuidado em saúde em todos os estabelecimentos de saúde do território nacional, proporcionando a redução/minimização dos riscos à pessoa humana.

 

Durante todo o mês de março, a Agevisa participou de diversas agendas envolvendo hospitais das cidades de João Pessoa e Campina Grande para discutir o tema Segurança do Paciente. As ações envolveram o Complexo Hospitalar de Mangabeira Tarcísio Burity (Ortotrauma), da Capital, e os Hospitais de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes e Universitário Alcides Carneiro, de Campina Grande.

 

Sob a coordenação da gerente técnica de Inspeção e Controle de Riscos em Serviços de Saúde (GTICRSS), Renata Valéria Nóbrega, foram realizadas, no Ortotrauma, articulações com o Núcleo de Residência, Estágio e Pesquisa (Nurep) para realização de uma oficina sobre a Segurança do Paciente voltada para os estudantes e profissionais do Estabelecimento Assistencial de Saúde (EAS).

 

No Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes (de Campina Grande) a programação foi voltada para os dirigentes e coordenadores, que tiveram acesso a informações detalhadas sobre o Programa Nacional de Segurança do Paciente. Durante a reunião, também mereceu destaque especial a Resolução de Diretoria Colegiada (RDC) nº 36/2013, do Ministério da Saúde, que instituiu ações para a segurança do paciente em serviços de saúde, com destaque para a obrigatoriedade de implantação de Núcleos de Segurança do Paciente (NSP)

 

Já no Hospital Universitário Alcides Carneiro (Campina Grande), os técnicos da Agevisa se reuniram com os responsáveis pelo Núcleo de Segurança do Paciente da instituição (implantado em dezembro de 2013) e estimularam o intercâmbio entre as unidades hospitalares de Campina Grande como forma de somar esforços, compartilhar experiências e criar melhores condições de excelência no atendimento e no cuidado com a saúde dos pacientes.

 

Segundo o diretor técnico de Estabelecimentos e Prática de Saúde e de Saúde do Trabalhador da Agevisa/PB, Ailton César dos Santos Vieira, a agência reguladora estadual entende ser de suma importância apoiar a implantação do serviço de gerenciamento de riscos nos EAS do Estado por meio de ações como publicação de Notas Técnicas, participação em reuniões e formações etc., como também por intermédio de monitoramento das notificações de eventos adversos relacionados à assistência prestada ao paciente, por meio do Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária (Notivisa). “Monitoramento este que já vem sendo realizado”, ressaltou.

 

A Agevisa/PB, segundo a diretora geral Glaciane Mendes, se coloca à disposição de todos aqueles que ainda tenham dúvidas sobre a temática. “É de extrema relevância a implantação de práticas que tornem a assistência prestada nesses serviços cada vez mais qualificada e segura, como é o caso dos Núcleos de Segurança do Paciente”, enfatizou.