Fale Conosco

10 de dezembro de 2009

Agevisa amplia ações de vigilância sanitária na Paraíba



Até agora 126 municípios pactuaram ações básicas no setor. Segundo informações do diretor geral da Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa), José Alves Cândido, o processo de descentralização é o cumprimento da meta da nova gestão e conta com o apoio do Governo do Estado e da Secretaria Estadual de Saúde (SES).

“O pacto pela saúde está sendo feito com muita cautela e desenvolvido no sentido de que quando todos os municípios assumirem ações básicas a vigilância sanitária tenha condições de oferecer respostas mais rápidas as demandas da população”, disse José Alves.

Segundo levantamentos da Agevisa 80% das atividades planejadas para este ano já foram cumpridas. Entre elas estão os monitoramentos e inspeções dos serviços de saúde, alimentos, medicamentos, tecnologias médicas, entre outros produtos e serviços que estão sob o controle da vigilância sanitária, além dos cursos de capacitação destinados a melhoria da prestação de serviço dos profissionais de saúde dos municípios paraibanos.

De acordo com a gerência técnica de Integração e Articulação da Agevisa, 90% dos municípios assumiram atividades na área de alimentos, através de fiscalização em feiras livres, supermercados, mercadinhos, lanchonetes, entre outros estabelecimentos. Os 10% representam as ações em serviços de saúde de baixa complexidade, a exemplo de inspeções nos postos de saúde e ambulatórios, além de monitoramento do comércio de saneantes (produtos de limpeza), hotéis e pousadas, entre outros.

“Os cursos de capacitação realizados pela Agevisa foram o ponto de partida para a ampliação do processo de descentralização e agora o próximo passo é chamar todos os municípios paraibanos para a elaboração do plano de ação do próximo ano, principalmente no tocante a capacitação de mais técnicos em vigilância sanitária”, explicou Alberto José dos Santos.

 A Agevisa prever a elaboração do o plano de ação da Vigilância Sanitária Estadual entre os meses de dezembro e janeiro. Os planos de ação dos municípios terão como base as diretrizes da Agevisa e deverão ser apresentados em fevereiro do próximo ano.

Assessoria de imprensa da Agevisa