João Pessoa
Feed de Notícias

Agentes, PM e Pastoral Carcerária negociam e controlam rebelião no presídio de Guarabira

quinta-feira, 26 de maio de 2011 - 12:03 - Fotos: 

A direção da Penitenciária Central de Guarabira conseguiu controlar nesta madrugada uma rebelião iniciada pelos internos na noite da quarta-feira (25). O tenente-coronel Ysnar Mota Soares, que comanda o 4º Batalhão da PM, o padre Bosco, da Pastoral Carcerária, e a direção do presídio conduziram as negociações e conseguiram por um fim ao movimento.

A rebelião foi iniciada por volta das 20h, quando os detentos atearam fogo em colchões e passaram a bater nas grades das celas. O fogo foi controlado pelo Corpo de Bombeiros e logo em seguida policiais militares do 4º Batalhão entraram na penitenciária para controlar a rebelião. Na manhã desta quinta-feira (26) detentos foram transferidos para o Presídio Padrão de Guarabira.

O secretário de Estado de Administração Penitenciária, Harrison Targino, que esteve no presídio na manhã da última quarta-feira, e constatou a situação da infraestrutura, comentou que os detentos se precipitaram, mas que a Secretaria está tomando providências para sanar os problemas.

“O drama efetivamente existe, estamos tomando medidas emergenciais em relação à Penitenciária Central de Guarabira. Neste momento há uma equipe de engenharia para fazer o levantamento do que foi destruído para que o mais rápido possível o ambiente seja recuperado”, disse o secretário.

Ele elogiou o trabalho de agentes e policiais: “Os agentes penitenciários foram ágeis e habilidosos na contenção dos detentos, agradecemos o trabalho da Polícia Militar que estava sob o comando do tenente-coronel Ysnar Mota Soares, destacamos também o papel importantíssimo da Pastoral Carcerária na pessoa do Padre Bosco que nos auxiliou nas negociações”, disse Harrison Targino.