Fale Conosco

16 de março de 2012

Agentes penitenciários encerram 11ª turma do curso de formação



No final da manhã desta sexta-feira (16), foi encerrado o Curso de Formação para Agente Penitenciário para a 11ª turma de aprovados em concurso. A solenidade aconteceu no auditório da Escola de Serviço Público do Estado da Paraíba (Espep) com a presença do secretário de Administração Penitenciária, Harrison Targino, que conclamou os 160 formandos a se engajar na política de ressocialização desenvolvida pelo Governo do Estado.

Segundo Targino, a presença dos novos agentes penitenciários tem sido um fator de revigoramento do sistema. “Os agentes concursados que já estão trabalhando são agentes de transformação e ajudam a construir um modelo de sistema prisional diferente do que se viu no passado”, enfatizou.

Com a nova política de ressocialização, lançada em 2011 pelo Governo do Estado, estão sendo trabalhados cinco eixos para garantir o retorno do detento à sociedade: trabalho, saúde, educação, cultura e família. “Executar a pena não é executar o detento; é preciso dar dignidade, dar habilidade ao apenado para que, ao sair da prisão, ele possa voltar ao trabalho formal. Só em 2011, 10% dos apenados participaram de cursos profissionalizantes”, disse Harrison.

Para melhorar cada vez mais o sistema penitenciário, além do Curso de Formação, etapa obrigatória para que os classificados no concurso ingressem efetivamente na carreira, a Secretaria de Administração Penitenciária deve realizar este ano 14 cursos de formação continuada. “É preciso preocupar-se com a alma do sistema, com os operadores desta ação, que são os agentes penitenciários”, ressaltou.

Carla Adriana do Nascimento, aluna da 11ª turma, destacou que os classificados foram agraciados não só com o primeiro concurso realizado pelo Governo do Estado para agente penitenciário, como também com a formação. “Tivemos excelentes professores. Vimos que existe a preocupação do Governo de uma melhoria contínua. Inclusive, foi criado o Grupo Penitenciário de Operações Especiais, formado por 18 agentes que já passaram pelo Curso de Formação”, frisou.

Por iniciativa dos alunos, na solenidade de encerramento da 11ª turma foram entregues placas de conclusão do curso e placas de homenagem para o secretário Harrison Targino; para a diretora da Escola de Gestão Penitenciária, Vânia Lustosa; Kátia Dornelas (Espep); e Marlene Rodrigues (Espep), escolhida pelos alunos como patrona da turma. A Espep também recebeu uma placa por ter sediado o curso.

Nesta segunda-feira (19), terá início a 12ª turma do Curso de Formação para Agente Penitenciário, que faz parte da terceira etapa do concurso.  A nova turma será formada por 148 alunos.