Fale Conosco

8 de junho de 2012

Agentes de segurança são capacitados em policiamento comunitário



A Secretaria Nacional de Segurança Pública, em parceria com a Secretaria Estadual de Segurança e Defesa Social e a Coordenação Estadual de Polícia Solidária, iniciou em todo o Estado o Curso Nacional de Promotor de Polícia Comunitária. O curso tem como objetivo capacitar agentes públicos de segurança e defesa social e agentes comunitários envolvidos com segurança pública, a fim de que suas ações sejam pautadas pela doutrina de polícia comunitária.

Para o coordenador Estadual de Polícia Solidária, tenente coronel Marcos Alexandre Sobreira, a iniciativa visa difundir a filosofia solidária no Sistema de Segurança e Defesa Social, bem como reforçar a construção de uma cultura de segurança pública fundada nos paradigmas da modernidade, da inteligência, da informação, e promover a integração dos órgãos de Segurança e Defesa Social com a comunidade, buscando a melhoria da qualidade de vida das pessoas.

O curso busca também criar condições ao aluno para desenvolver habilidades necessárias para facilitar o relacionamento entre os profissionais de segurança e a comunidade, utilizando práticas voltadas para identificar e resolver os problemas da comunidade, minimizando suas causas e evitar que se transforme em problema de polícia, além de demonstrar a importância da proteção à dignidade humana e aos princípios de cidadania e da participação da comunidade nas questões de segurança pública.

De acordo com o tenente coronel Sobreira, até o final do ano, a Coordenação Estadual de Polícia Solidária visa capacitar 800 participantes, entre policias, bombeiros, guardas municipais e pessoas da comunidade, número que superará os 421 do ano passado, visto que o Estado da Paraíba está em plena ascensão na aplicação da filosofia de uma polícia próxima do cidadão por meio da contínua política de implantação de Unidades de Policia Solidária (UPS).