Fale Conosco

3 de agosto de 2011

Aesa regulariza uso de poços artesianos no Sertão do Estado



Uma equipe de técnicos da Agência Executiva das Águas da Paraíba (Aesa) chega nesta quinta-feira (4) às cidades de Patos e Sousa, no interior do Estado, para inspecionar poços artesianos instalados em estabelecimentos comerciais e industriais. O objetivo é cadastrar os usuários e medir o volume de água consumido.

As inspeções começam às 8h, em poços de entidades jurídicas com fins comerciais e industriais, priorizando os usuários de maiores volumes de água, e se estendem até a tarde do sábado (6). O trabalho será desenvolvido em lava-jatos, pousadas, hotéis, clubes, academias, escolas, universidades, condomínios, postos de combustíveis, empresas de transporte e restaurantes, entre outros.

De acordo com o gerente de fiscalização do uso de recursos hídricos da Aesa, Pedro Freire, o monitoramento é necessário para controlar o consumo e avaliar a qualidade da água. “É nossa obrigação proteger esses ecossistemas terrestres por meio do acompanhamento das águas subterrâneas, que são um recurso natural limitado, estratégico para abastecimento humano e de valor inestimável”, alertou.

Licença obrigatória – Perfuração e operação de poços artesianos requerem uma licença que deve ser obtida na Aesa. Os interessados precisam enviar uma solicitação de outorga (autorização de uso dos recursos hídricos) ao órgão gestor, acompanhada de cópias dos seguintes documentos: projeto do poço, comprovante de titularidade da área (escritura, contrato de locação), documentos pessoais (RG e CPF) ou registro da empresa.

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3211-6452 e no site www.aesa.pb.gov.br.