Fale Conosco

4 de junho de 2013

Aesa registra chuvas abaixo da média em João Pessoa e Campina Grande no mês de maio



As duas maiores cidades paraibanas tiveram índices pluviométricos abaixo da média durante o mês de maio, segundo levantamento feito pela Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa). Em João Pessoa, choveu 185,9 milímetros, o que representa uma queda de 29,5% em relação à média histórica; e em Campina Grande, foram registrados 66,4 milímetros, 40,5% a menos do que o esperado para este período do ano.

Em contrapartida, as maiores chuvas do mês passado ocorreram nas cidades de Baía da Traição e Rio Tinto. A primeira teve 283,4 milímetros, sendo 18,4% acima da média, enquanto a outra teve 246,5 milímetros, 38% acima do esperado para o período, números que, segundo a meteorologista Marle Bandeira, estão dentro do esperado.

Esta variação de índice pluviométrico é considerada normal. Por exemplo, a previsão para Agreste, Brejo e Litoral durante o trimestre junho, julho e agosto é de chuvas dentro da média, mas isso não quer dizer que algumas cidades não possam ficar um pouco acima ou abaixo do esperado. É importante lembrar que estamos falando de municípios que têm áreas bem menores que as regiões”, explicou Marle.

E para a tarde e noite desta terça-feira (4) a expectativa é de mais chuva. “O tempo no Agreste, Brejo e Litoral deverá permanecer instável e com chuvas variando a intensidade entre moderada e forte. Nas demais regiões o céu deverá manter-se parcialmente encoberto com possibilidade de chuvas em pontos isolados do Alto Sertão”, concluiu.

Outras informações sobre previsão do tempo e quantidade de chuva estão disponíveis no site da Aesa (www.aesa.pb.gov.br). Diariamente são divulgados dois boletins com a previsão meteorológica para as próximas 12 horas.