João Pessoa
Feed de Notícias

Aesa prevê chuvas isoladas no Alto Sertão e temperatura de 21°C a 35 °C

terça-feira, 14 de janeiro de 2014 - 11:55 - Fotos:  Cláudio Góes/Secom-PB

A previsão do tempo para as próximas 24 horas (meio-dia desta quarta-feira) no Alto Sertão é de chuvas isoladas com temperatura mínima de 21°C e máxima de 35°C. A análise meteorológica feita pela Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado (Aesa) indica céu com muitas nuvens nas demais regiões.

Houve um aumento na nebulosidade em praticamente todo estado da Paraíba, devido a configuração da circulação de ventos nos altos níveis da atmosfera. A previsão é de chuvas isoladas na região do Alto Sertão e Sertão da Paraíba. Nas demais regiões, nebulosidade variável com possibilidade de chuvas ocasionais”, informou a meteorologista Marle Bandeira.

Segundo o Setor de Monitoramento e Hidrometria da Aesa, o primeiro trimestre de 2014 vai ser marcado por chuvas dentro da normalidade nas regiões do Sertão e Cariri da Paraíba. De acordo com os meteorologistas, as previsões indicam que as chuvas nessas regiões, além de ficarem dentro da média característica do período, devem ocorrer de forma irregular.

O período chuvoso no Cariri, no Curimataú e no Sertão é entre fevereiro e maio, mas já temos uma pré-estação em janeiro e, com base no prognóstico atual, acreditamos que nestes três primeiros meses as chuvas ocorrerão desta forma”, acrescentou Marle.

Açudes – Dos 123 reservatórios monitorados pela Aesa, 60 açudes estão com capacidade armazenada superior a 20% do seu volume total. Outros 34 possuem menos de 20% e 29 estão em situação crítica, com menos de 5%. A relação completa está disponível na internet, no site www.aesa.pb.gov.br.

Diante da previsão para o trimestre, a expectativa do presidente da Aesa, João Vicente Machado, é de que os reservatórios monitorados tenham uma recarga significativa. “Se tivermos um período chuvoso espacialmente bem distribuído é possível que a gente possa recompor senão toda a carga dos reservatórios, mas pelo menos parte significativa”, concluiu.