Fale Conosco

1 de junho de 2012

Aesa gerencia retirada de água dos açudes por carros pipa



Técnicos da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), em parceria com membros do Comitê Integrado de Combate à Estiagem na Paraíba (Cice-PB), estão trabalhando para assegurar uma distribuição equilibrada da água para as cidades em estado de emergência.

As equipes de geoprocessamento e gerenciamento dos recursos hídricos estão cruzando dados, como localização e volume dos açudes próximos aos municípios afetados, com o objetivo de agilizar o abastecimento e garantir a segurança hídrica das regiões afetadas pela estiagem.

“Estamos orientando o Exército sobre a situação dos reservatórios, dizendo de quais açudes a água pode ser retirada, onde ela pode ser encontrada com mais facilidade e em condições de uso para o abastecimento humano. Esse processo é importante para não sobrecarregar determinada barragem e dar rapidez no atendimento às vítimas da estiagem”, explicou o diretor presidente da Aesa, Orlando Soares.

Na última reunião realizada pelo Comitê Integrado de Combate à Estiagem, o tenente Paulo Roberto, do 15º Batalhão de Infantaria Motorizado, confirmou a ampliação da Operação Carro Pipa, realizada pelo Exército Brasileiro. “Passamos de 91 para 100 municípios”, informou, acrescentando que há outros 62 pipeiros cadastrados, aguardando autorização do Ministério da Defesa para atuar na Paraíba.

 

Na próxima quarta-feira (6), às 9h, os membros do Comitê de Combate à Estiagem voltam a se reunir no auditório da Aesa, em João Pessoa, onde serão entregues os planos de trabalho para ampliar o atendimento às cidades em estado de emergência. A Paraíba tem até o próximo dia 13 para enviar os relatórios ao Ministério da Integração Nacional.