João Pessoa
Feed de Notícias

Aeroporto Castro Pinto deve atingir 1 milhão de passageiros neste mês

segunda-feira, 8 de outubro de 2012 - 10:11 - Fotos:  Alberi Pontes/Secom-PB

O movimento de passageiros no Aeroporto Internacional Presidente Castro Pinto, na Grande João Pessoa, deve chegar a marca de 1 milhão até o final de outubro. A expectativa é da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) diante dos números registrados de janeiro a setembro: entre embarques e desembarques foram contabilizados 940.192 passageiros. No ano passado, a marca de 1 milhão de passageiro aconteceu no dia 22 de novembro. Em 2011, cruzaram os portões do Castro Pinto um total de 1.142.181 passageiros.

De acordo com os dados da Infraero, em setembro deste ano, se comparado ao mesmo período do ano passado, houve um crescimento de 4,76% no movimento de passageiros. Conforme informações das companhias aéreas ocorreram 94.054 embarques e 98.533 desembarques. Dos nove meses deste ano, oito apresentaram crescimento no número de passageiros.

Outro dado positivo foi de que houve uma alta de 9,06% no número de passageiros desembarcando em setembro deste ano em relação a 2011. Foram 46.106 desembarques contra 50.284. Também houve aumento no número de embarques, apesar de pequeno, de 0,63%. Passaram pelos portões do Castro Pinto 47.948 passageiros, contra 48.249 neste mês.

A presidente da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur), Ruth Avelino, disse que os números da movimentação de passageiros no aeroporto representam, de certa forma, o resultado das ações que vêm sendo desenvolvidas pelo Governo do Estado. Ela avisa que movimentação de passageiros não representa, necessariamente, chegada de turistas ao ‘Destino Paraíba’. A executiva cita a marca de 1 milhão como referencial que aponta esse crescimento no fluxo turístico.

“Estaremos atingindo a meta de 1 milhão de passageiros um mês antes do registrado no ano passado, e os dados mostram o sucesso do trabalho que temos desenvolvido sempre em parceria com as instituições que integram o trade turístico”, afirmou Ruth Avelino.