Fale Conosco

15 de janeiro de 2014

Aeroporto Castro Pinto consolida marca de mais de um milhão de passageiros



O movimento de passageiros no aeroporto Internacional Presidente Castro Pinto, na Região Metropolitana de João Pessoa, apresentou um crescimento de 1,85% em dezembro de 2013, em relação ao mesmo período de 2012, segundo dados da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Os números são repassados à Infraero pelas companhias aéreas que operam no aeroporto.

O Castro Pinto registrou embarques e desembarques de 111.429 passageiros no primeiro mês da alta estação, contra 109.405 passageiros apontados em 2012. No geral, cruzaram os portões do aeroporto, em 2013, um total de 1.229.750 passageiros, em comparação aos 1.252.559 do ano anterior.

De acordo com o superintendente da Infraero, Alexandre Oliveira, essa redução no número total de passageiros se deve à retirada de voos do aeroporto paraibano pelas companhias aéreas.

Em termos anuais, infelizmente, a perspectiva que era de queda nos números se confirmou, dados os diversos cancelamentos de voos que tivemos ao longo do ano. Mas a queda é muito pequena, imperceptível em termos práticos”, declarou o executivo. A presidente da PBTur, Ruth Avelino, lembra que todos os aeroportos administrados pela Infraero na região Nordeste tiveram redução no número de voos diários decorrente das decisões das companhias aéreas.

Dois milhões de passageiros – Tanto o superintende da Infraero como a presidente da PBTur acreditam que o fluxo de passageiros no Castro Pinto consolidou-se na casa do um milhão, independente das políticas de implementação de voos pelas companhias aéreas. Alexandre Oliveira diz que o marco de um milhão de passageiros está consolidado. “Ultrapassamos este marco nos últimos três anos, seguidamente. Já temos que pensar nos dois milhões, pois um milhão já está garantido. A minha perspectiva neste momento inicial de ano é de melhoria nos nossos números, dado o desenvolvimento contínuo de nossa indústria de turismo, do advento do Centro de Convenções, da instalação de alguns novos hotéis, a Copa do Mundo, dentre outros”, declarou.

Ruth Avelino endossou as palavras do superintendente da Infraero. “Temos que trabalhar para ampliar cada vez mais o fluxo de passageiros para o Destino Paraíba, e só conseguiremos isso com mais divulgação junto à imprensa nacional e internacional e uma maior promoção junto às operadoras de turismo, com o corpo a corpo com os agente de viagens e participando de todos os eventos de turismo”, afirmou.