Fale Conosco

7 de fevereiro de 2012

Adesão de agricultores familiares ao Pnae cresce quase 700%



As ações do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) avançam na Paraíba e cresce a cada dia o número de agricultores familiares interessados em fornecer produtos para o cardápio da merenda nas escolas da rede pública de ensino no Estado. No ano de 2010, foram cadastrados e assessorados pela Emater 117 produtores fornecedores; em 2011, esse número subiu para 903 agricultores familiares, um aumento de aproximadamente 700%.

A meta definida pela empresa para 2012 é elaborar e contratar mil projetos do Pnae para contemplar 1,5 mil agricultores que fornecem produtos oriundos da agricultura familiar.

A Emater Paraíba, vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), é o órgão mais procurado pelos agricultores. Cabe à empresa, segundo o extensionista Flávio Muller Borghezam, assessorar e articular os grupos formais e informais na relação de compra e venda dos produtos, como também comunicar ao controle social local a existência de grupos aptos para a comercialização de produtos provenientes da agricultura familiar.

O presidente da Emater Paraíba, Geovanni Medeiros, ressaltou que o crescimento registrado em 2011, mesmo tendo sido um ano de novas articulações, se deve ao esforço de todos os extensionistas que acompanham o programa.

O Pnae garantiu uma alimentação saudável a 888.335 alunos da rede básica de educação no Estado. Os recursos envolvidos foram de aproximadamente R$ 18 milhões e o programa contou com a participação efetiva da Emater na elaboração de 695 projetos, que contemplaram 903 agricultores familiares fornecedores no Estado.

O programa – O Pnae é um programa do Ministério da Educação que garante a alimentação dos alunos da rede básica de educação por meio de transferência de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). A finalidade é atender às necessidades nutricionais do alunado, contribuindo para o seu crescimento com alimentos saudáveis e maior rendimento escolar.

Há poucos dias, a Emater regional de Itabaiana e Cajazeiras, em parceria com a Secretaria Estadual de Educação (SEE), reuniu agricultores familiares, conselhos, sindicatos e associações rurais, além de representantes de entidades executoras do Pnae, para repassar informações sobre a Lei Federal 11.947, que determina às escolas públicas a destinarem no mínimo 30% dos recursos do FNDE/Pnae para compra de gêneros alimentícios da agricultura familiar para alimentação escolar.