João Pessoa
Feed de Notícias

Acusado de aplicar golpes usando o nome do Ministério do Meio Ambiente é preso na Capital

quarta-feira, 12 de setembro de 2012 - 20:18 - Fotos: 
Policiais civis da Delegacia de Defraudações e Falsificações de João Pessoa prenderam, na tarde desta quarta-feira (12), um homem que estaria aplicando golpes em escolas da Capital usando o nome do Ministério do Meio Ambiente. Geraldo Gonçalves Filho, 36, natural do Estado de São Paulo, foi preso no bairro do Costa e Silva.
Investigações da Delegacia de Defraudações, comandadas pelo delegado Gustavo Carletto, revelaram que pelo menos seis escolas de João Pessoa foram vítimas do golpe. “O acusado, usando o nome do Ministério do Meio Ambiente, estaria oferecendo um curso sobre reciclagem nas escolas e também citava o projeto ‘Saco é um Saco’ que estimula o uso de sacolas renováveis”, detalhou Carletto.
Para realizar as aulas, de acordo com o depoimento dos proprietários dos estabelecimentos de ensino, o acusado estaria cobrando uma taxa de R$ 170. A Polícia ainda investiga se outras pessoas foram vítimas do mesmo golpe, mas já sabe que o acusado estava residindo na Paraíba há um mês.
Contra Geraldo Gonçalves existem dois mandados de prisão em aberto oriundos da Justiça de São Paulo por apropriação indébita e estelionato, além de outros 13 processos por crimes da mesma natureza.
Na região Sul do país, um golpe semelhante estava sendo aplicado por estelionatários que ofereciam sacolas retornáveis que seriam fornecidas pelo Ministério do Meio Ambiente dentro do projeto ‘Saco é um Saco’ e cobravam uma taxa das vítimas que seriam patrocinadoras do projeto e teriam uma logomarca impressa nas sacolas.