Fale Conosco

12 de junho de 2013

Ações do Governo impulsionam potencialidades na região da Cachoeira do Roncador



O Governo do Estado, por intermédio da Emater Paraíba, empresa vinculada à Secretaria do Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), apresenta nesta quinta (13) e sexta-feira (14), nos municípios de Bananeiras e Borborema, Plano de Ação de projetos produtivos voltados para o desenvolvimento sustentável da região do Brejo paraibano.

A primeira apresentação acontece às 8h desta quinta-feira (13), na sede da associação comunitária da localidade Gamelas, onde serão socializadas as demandas priorizadas pelos agricultores familiares, como a construção de um poço artesiano comunitário, construção de um quebra-molas e um muro nas áreas escolares, construção de quadra de esporte e academia destinadas a crianças, jovens, adultos e idosos, aquisição de transporte escolar e disponibilidade de uma ambulância para atendimento de urgências, além de uma assistência técnica de qualidade que incentive atividades da pecuária de pequenos animais (avicultura, suinocultura e apicultura) e o cultivo da banana, que tem grande potencial na região.

Participam do evento, afora os agricultores familiares beneficiários, a Prefeitura de Bananeiras com todos as secretarias, Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR), Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS), UFBP, Emater, igreja e associações rurais.

As reivindicações dos agricultores da comunidade Caruatá, em Borborema, localizada na Área de Proteção Ambiental do Roncador (APA), serão apresentadas a partir das 9h. Antes, haverá palestra de técnicos da Sudema, que discutirão sobre os limites das atividades de assistência técnica, por se tratar de área de conservação ambiental.

Dentre os benefícios contidos no Plano de Ação destacam-se a construção de um poço artesiano e cisterna comunitários, construção de posto de saúde, construção de passagem molhada com placas indicativas de sinalização, construção de mata-burro e melhoria nas estradas, apoio ao turismo rural com prioridade na construção de uma pousada como projeto de desenvolvimento comunitário, policiamento em tempo integral na APA do Roncador, e por fim, a construção de um centro de atividades múltiplas para funcionamento de associação comunitária, museu histórico, sede de recepção de turismo e ambiente para formação de jovens e adultos.

A solenidade de apresentação do plano de ação conta com a participação do comitê da APA do Roncador, composto pelo poder público e sociedade civil representado por diversas instituições, dentre elas, Sudema, Emater, Emepa, UFPB, Aesa, Cagepa, Polícia Florestal, Prefeituras de Borborema, Bananeiras e Pirpirituba, Sebrae, associações e sindicatos rurais, conselhos municipais e outros parceiros como Assembléia Legislativa da Paraíba, Cendac e PBTUR.

Diagnóstico - Os resultados apresentados integram amplo trabalho dos técnicos da Emater realizado a partir da construção de diagnósticos participativos, em cinco reuniões sucessivas entres os meses de abril e junho deste ano. Cada reunião iniciava com dinâmicas participativas para maior interação entre os agricultores presentes. Dentro das metodologias utilizadas construíram-se mapas da comunidade e matrizes da produção e comercialização local, identificando-se os parceiros responsáveis pela execução coletiva do plano de ação.

Ao final, foram construídos os planos das duas comunidades, os quais têm proposição para um ano de desenvolvimento das ações, sendo posteriormente reavaliadas e repactuadas com a comunidade e os parceiros por ela identificados.

Todas as ações a serem executadas devem estar em consonância com a legislação ambiental por se situar em uma área de Proteção Ambiental (APA), instituída pelo Decreto Estadual 27204 de janeiro de 2006, em conformidade com o Sistema Nacional de Unidade de Conservação (SNUC). Próximo à Cachoeira do Roncador, a área tem 6.113 hectares com vegetação de Mata Atlântica, relevo irregular com serras e vales. É um dos pontos mais visitados da região e propício para impulsionar o turismo rural.