João Pessoa
Feed de Notícias

Ações de saúde integram comemoração dos 1000 dias de gestão

domingo, 29 de setembro de 2013 - 09:45 - Fotos:  Secom-PB/Ricardo Puppe

Os moradores da comunidade Laranjeiras, no Bairro do José Américo, em João Pessoa, tiveram um sábado (28) animado com vários serviços de saúde e cidadania, em comemoração aos 1000 dias de gestão. A comunidade recebeu equipes da Defensoria Pública, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, secretarias de Estado da Saúde e do Desenvolvimento Humano.

A Secretaria da Saúde (SES) esteve presente com o Hemocentro, Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, Hospital de Doença Infectocontagiosas Clementino Fraga, Banco de Leite Anita Cabral, Gerência de Imunização e Gerência de DST/Aids e Hepatites Virais. Entre as ações de saúde que foram oferecidas à população estavam: testagem de HIV e Sífilis, tipagem sanguínea, verificação da pressão arterial, orientação sobre amamentação e doação de leite humano, divulgação sobre doação de sangue e distribuição de preservativos e aplicação de vacinas.

De acordo com Ameris de Araújo, do Núcleo de DST/Aids e Hepatites Virais, o evento foi um sucesso, com ótima receptividade por parte da população. “Em apenas duas horas de evento já passaram por aqui umas 60 pessoas, fazendo testes rápidos de DSTs”. Ameris acrescentou que, em caso de diagnostico positivo, a equipe de saúde faz o devido direcionamento para que o paciente possa receber o tratamento adequado.

A estudante Caroline França, 18 anos, estava presente e trouxe a família para realizar os testes. “Acho muito bom e importante esse tipo de evento que o governo está realizando porque esse tipo de serviço não costuma ser oferecido nos bairros e sabemos que muitas pessoas têm receio de irem até ao local para fazer esses testes, muitas também não vão por outros motivos, e o serviço vindo até o bairro é um ajuda. Por esse motivo eu trouxe algumas pessoas da minha família e estamos todos aproveitando essa oportunidade de cuidarmos da nossa saúde”, disse.

A dona de casa Diana Silva, 57 anos, aproveitou a oportunidade para fazer os testes e receber orientações de saúde. “Eu estava em casa e depois do almoço resolvi dar uma passadinha aqui, Estou gostando muito, está animado, e os serviços são bem úteis. Quando esses serviços vêm até a população facilita bastante ”, disse.

Segundo Edson Moraes Lira, enfermeiro do Núcleo de Vacinação, a procura para atualização da caderneta foi boa. “Até o momento, imunizamos aproximadamente 40 pessoas contra gripe, tríplice viral e hepatite b. Esse já é um número bom”, disse.

1000 dias na saúde – Durante esses 1000 dias de gestão, o governo vem investindo na saúde dos paraibanos. De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Waldson Souza, o Estado investiu, em 2011, o montante de R$ 749 milhões e, desse total, R$ 243 milhões foram destinados à compra de equipamentos, construção, reforma e ampliação de unidades de saúde. Esses investimentos representaram 13,53% da receita estadual, superando o que determina a Legislação Federal (12%). Em 2012 foram investidos cerca de R$ 800 milhões em Saúde.

Para 2013, o orçamento foi de R$ 702 milhões, mas até agora já foram contabilizados R$ 760 milhões em investimentos e Waldson Souza disse acreditar que até o final do ano a aplicação será superior a R$ 1 milhão.

Com uma rede formada por 32 hospitais, o Estado responde por 17% do total de leitos públicos e 22% das internações. De acordo com o secretário, dos 9.021 leitos, 85% é da rede SUS levando em conta ainda mais 611 leitos que estão funcionamento, mas que ainda não se encontram cadastrados no SUS. Ele disse que toda a rede hospitalar está informatizada com escalas de plantões aonde é possível saber qual o profissional que estará de plantão em cada unidade de saúde.

Waldson Souza destacou ainda a construção de várias unidades de saúde, a exemplo do Hospital Metropolitano de Santa Rita, o Centro de Oncologia de Patos, o Hospital de Cacimba de Dentro, o Hospital de Mamanguape, UPA de Cajazeiras, dentre outros serviços, que visam melhorar ainda mais a assistência hospitalar e ambulatorial da população paraibana.