João Pessoa
Feed de Notícias

Ações da Secretaria de Saúde diminuem casos de dengue

segunda-feira, 9 de maio de 2011 - 12:14 - Fotos:  Secom-PB

As ações de saúde e campanhas educativas desenvolvidas pela Secretaria de Estado da Saúde, (SES) em parceria com os municípios, começaram a surtir efeito para a redução dos casos de dengue no Estado. Houve uma redução de notificações da semana epidemiológica 16 (17 a 23 de abril), quando foram registrados 246 casos, para a semana epidemiológica 17 (24 a 30 de abril), que registrou 77 notificações, de acordo com o 15º boletim epidemiológico divulgado pela SES.

Segundo a médica sanitarista Júlia Vaz, chefe Gerência de Vigilância à Saúde da SES, o diagrama de controle do boletim epidemiológico, baseado em dados de mais de uma década de monitoramento, previa para a semana epidemiológica 17 o maior número de casos notificados no ano, mas o que se verificou foi o contrário, uma queda que confirma uma tendência desde a semana de número 14 (de 3 a 9 de abril).

O diagrama de controle é uma ferramenta de monitoramento que se baseia numa média de ocorrência da dengue formulada por época do ano e serve para subsidiar as ações de saúde para enfrentamento da doença. Pelo gráfico histórico, a previsão seria um pico na 17ª, mas na Paraíba esse pico ocorreu na 13ª semana (com 848 casos) e a partir da semana seguinte apresentou uma tendência de queda.

Os números – De acordo com o novo boletim, até o dia 30 de abril foram registrados 1.976 casos de dengue clássica; 707 casos descartados; 27 casos de dengue com complicações; 27 casos de febre hemorrágica da dengue; 1.151 casos inconclusivos; 1 óbito, e 3.759 casos aguardam término da investigação para confirmação ou descarte.

Os casos graves somam um total de 54, sendo 27 por dengue com complicações (DCC) e 27 por febre hemorrágica da dengue (FHD). A Paraíba tem um óbito confirmado por FHD e outro em processo de investigação. “Hoje a letalidade das formas graves da doença no Estado é de 1,8%. O óbito já confirmado é do sexo Masculino, 75 anos, de uma pessoa que residia no município de Campina Grande. Já o óbito que se encontra em investigação também é do sexo masculino, com 11 anos de idade, de um garoto que morava no município de Alhandra”, explicou Júlia Vaz.

Júlia Vaz avalia que a redução dos casos a partir da semana 14 pode estar relacionada à intensificação das ações educativas, de controle vetorial e da vigilância da população nos seus domicílios. “Nessa batalha, 75% da ação é de responsabilidade da sociedade e 25% do poder público. O que notamos é que o cidadão tem se mobilizado, ele é o grande protagonista do controle da dengue”, diz a médica.

Entre ações de saúde previstas para esta semana, a SES vai realizar um treinamento para médicos e enfermeiros de Santa Rita sobre atendimento ao paciente com suspeita de dengue baseado na classificação de risco. O evento acontece a partir das 14h30 desta terça-feira (10), no Auditório da Secretaria Municipal de Saúde de Santa Rita. Também podem participar da capacitação os profissionais dos municípios de Bayeux e Cruz do Espírito Santo.