João Pessoa
Feed de Notícias

Acidentes de motos continuam liderando estatísticas do Hospital Regional

terça-feira, 10 de novembro de 2009 - 14:34 - Fotos: 

Pelo 10º mês seguido os acidentes de motos lideram as estatísticas do Hospital Regional de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande. O levantamento de outubro, divulgado essa semana, revela que 276 pessoas deram entrada no Setor de Emergência do hospital, vítimas de acidentes de motos. Comparando os dados com o mês anterior, percebe-se que houve uma pequena redução nos atendimentos de acidentes envolvendo motos.  Foram atendidas 327 pessoas em setembro e 276 em outubro. Os números, no entanto, ainda são preocupantes. Os acidentes de motos são responsáveis por 26% das ocorrências, seguidos pelos casos de intoxicação (16%) e mordida de cachorro (7%).

Mais uma vez, o número de pessoas atendidas no Hospital Regional no mês de outubro se aproximou dos 10 mil. No total foram atendidas 9.468 pessoas.  A exemplo do mês anterior, a maioria dos atendimentos foi realizada na parte Clínica e Pediátrica. Ao todo foram realizados 4.735 procedimentos ambulatoriais, sendo 4.193 Clínicos, 1.427 Pediátricos, e 2.248 procedimentos na parte de Ortopedia. Foram realizadas ainda 1.112 cirurgias e 488 atendimentos Buco Maxilo Facial, totalizando 9.468 pessoas atendidas na unidade hospitalar.     

Atendimentos

Do total de pessoas atendidas em setembro no setor ambulatorial do Hospital Regional, 3.115 residiam em Campina Grande, 1.584 em outros municípios paraibanos e 36 vieram de outros Estados. O levantamento coordenado por Jacira Leal Farias mostra crescimento nos casos de intoxicação. O número de pessoas atendidas no Hospital Regional em decorrência de intoxicação ocupa o segundo lugar das estatísticas, perdendo apenas para os acidentes de moto. Em outubro, 161 pessoas foram atendidas no hospital com esse problema. 

Mordidas de cachorros

As mordidas de cachorro também têm crescido. Somente em outubro 71 pessoas foram atendidas após serem mordidas por cachorro. O Hospital registrou ainda 29 atendimentos a pessoas vítimas de mordida de cobra; 37  picadas de escorpião, 29 picadas de outros insetos e 21 por envenenamento e ingestão de medicamentos.  
   
Balanço de atendimentos     

Nesses primeiros 10 meses do ano quase 100 mil pessoas de Campina Grande e mais de 170 municípios do Compartimento da Borborema foram atendidas no Hospital Regional de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes. Em janeiro foram realizados 9.235 atendimentos; em fevereiro 7.950; em março 10.553; em abril 9.920; em maio 10.333; em junho 9.456; em julho 10.056 em agosto 10.015 e em setembro 9.581 e outubro 9.468 atendimentos.

Criado há quase nove  anos pelo governador José Maranhão, o Hospital Regional tem como principal missão salvar vidas. O hospital é o único existente em Campina Grande a possuir todas as especialidades com médicos de plantão 24horas e atendimentos aos usuários do Sistema Único de Saúde.

Da Assessoria de Imprensa