João Pessoa
Feed de Notícias

Ação Global é encerrada em Santa Rita com cultura e cidadania

sábado, 26 de abril de 2014 - 14:38 - Fotos:  Alberto Machado/Secom-PB

Dança popular, capoeira, teatro e apresentações culturais marcaram o encerramento, neste sábado (26), da 19º Ação Global do Sesi, no Ginásio de Esportes O Renatão em Santa Rita. O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano e da Fundação de Ação Comunitária (FAC), participou da iniciativa durante toda a semana com cidadania e cultura.

Pela manhã, o grupo de Idosos Flores Bela e Rainha da Paz, do Centro Social Urbano (CSU) de Santa Rita, apresentou danças folclóricas. Já o Grupo de Capoeira Raízes Africanas, também do CSU de Santa Rita, fez uma demonstração da atividade que desenvolvem.

Ainda durante a manhã, houve apresentação do monólogo “E Eu Com Isso”, com o ator Manoel Felipe, da oficina de teatro do CSU de Santa Rita em parceria com a ONG Pro Dia Nascer Feliz.

A FAC participou da ação com a Tenda da Leitura, que é um espaço para que as crianças brinquem e aprendam a apreciar a leitura enquanto instrumento de inclusão social, e com a Oficina de Pintura em Tecido e Decopagem, buscando incentivar a participação nos cursos que são oferecidos em todas as regiões do Estado, para que as pessoas possam, por meio do artesanato e dos trabalhos manuais, complementar sua renda familiar.

“A participação da FAC e do Governo do Estado na Ação Global é, na verdade, uma continuidade dos serviços que nós estamos oferecendo com as nossas ações comunitárias em todos os bairros de João Pessoa. Tanto que unimos o calendário da ação comunitária com mais essa ação, buscando a inclusão social por meio dos serviços oferecidos pelo Governo do Estado”, disse o presidente da fundação, Flávio Moreira.

Documento entregue na hora – Foram emitidos pelo Programa Cidadão da Sedh mais mil documentos. “A gente chega cedo e já tem gente na fila. A nossa meta foi emitir cerca de mil documentos durante toda a semana, mas com certeza ultrapassamos este número. Por dia, chegamos a emitir mais de 230 identidades”, frisou o coordenador de emissão de documentos no local, Irismar Alves de Lima, que ressaltou a participação do Programa Cidadão nas edições anteriores da Ação Global.

Em outra sala, a equipe do Programa do Cidadão também tirava a fotografia da população, com impressão instantânea para que o documento de identidade fosse entregue na mesma hora.

Quem mora na região aproveitou para colocar a documentação em dia, como foi o caso da estudante Maria de Lourdes Freitas. “Cheguei cedo para tirar minha carteira de identidade. Ainda não tinha este documento, só possuo o CPF. Vou aproveitar e também tirar a Carteira de Trabalho”, frisou ela, que foi uma das atendidas pela equipe do Programa Cidadão.

A dona de casa Severina Maria da Silva também decidiu tirar a segunda via da identidade. “Tinha perdido meu documento de identidade e quando fiquei sabendo que aqui estava tirando, decidi tirar para ficar com tudo em dia”, afirmou.