João Pessoa
Feed de Notícias

Ação educativa marca aniversário de 1º ano da Lei Seca na Paraíba

sábado, 21 de setembro de 2013 - 15:12 - Fotos:  Antonio David/Secom-PB

As ações de educação no trânsito e as blitze da Operação Lei Seca estão paulatinamente sendo ampliadas na Paraíba. O Governo do Estado tem investido em pessoal qualificado e na aquisição de veículos e equipamentos. Na manhã deste sábado (21) uma caminhada e um comando educativo marcaram as comemorações do 1º aniversário desta operação no Estado. Os eventos integraram a programação da Semana Nacional de Trânsito 2013, aberta no dia 18 com o tema “Álcool, outras drogas e segurança no trânsito!”.

Centenas de pessoas e várias viaturas da Operação Lei Seca participaram da caminhada que saiu da Universidade Norte do Paraná (Unopar), no bairro de Mangabeira, e se encerrou na Praça da Paz, no bairro dos Bancários, onde estandes estavam montados. No local a população recebeu panfletos e viu demonstrações sobre os cuidados que se deve ter no trânsito.

O funcionário público e músico Cândido Pessoa Coutinho, morador dos Bancários, avalia que a Operação Lei Seca de fato tem contribuído para que a violência diminua no trânsito. “Essa é uma das poucas leis que vejo que está sendo cumprida e tem sido de grande valia não só para o condutor, mas também para os pedestres. Espero que as atividades continuem ativamente para evitar a comunhão álcool-direção”.

Abimadabe Vieira, chefe da Divisão de Educação para o Trânsito, do Detran, afirmou que a determinação é que sejam ampliadas a fiscalização e a educação de trânsito no Estado. “A Lei Seca além de ostensiva ela também é educativa e deve ser intensificada em todas as regiões da Paraíba. Hoje estamos todos buscando a prevenção, essa é nossa intenção, evitar que o acidente aconteça, mudando comportamentos”. Doze viaturas da Operação Lei Seca participaram da mobilização neste sábado.

Audição é importante – Estudantes do Curso de Fonoaudiologia da Universidade Federal da Paraíba participaram do comando educativo na Praça da Paz. A universitária Vânia Mendes disse que ela e outras colegas estão mostrando às pessoas, por meio de um projeto, o quanto é importante audição no trânsito.

O estudo da equipe está concorrendo a um prêmio nacional. “Realmente o ruído no trânsito é um problema de saúde pública e a população de modo geral não sabe o dano que causa à audição a poluição sonora”, ressalta Vânia.

A enfermeira Maíra Belli participou da caminhada e chama a atenção das pessoas sobre a necessidade da educação no trânsito ser levada a sério. “Conduzindo seu veículo é necessário que cada cidadão esteja sóbrio por isso a Lei Seca deve ser permanente em defesa da vida”.

Do comando educativo na Praça da Paz também participaram grupos de escoteiros, equipes do Corpo de Bombeiros, equipes de saúde e técnicos do Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

Na Praça da Paz houve distribuição de material educativo sobre os riscos da mistura álcool e direção e demonstrações do teste de alcoolemia, além de apresentações de teatro de fantoche.

Lei Seca – A Operação foi criada em 21 de setembro do ano passado, quando o governador Ricardo Coutinho determinou a integração das ações de policiamento do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran), com o objetivo de tornar as fiscalizações mais intensas e eficientes. Foram adquiridas viaturas equipadas com computadores interligados ao banco de dados do Detran e etilômetros (bafômetros) para facilitar a consulta dos dados dos veículos e condutores.

Em julho deste ano, quando o Governo do Estado contratou 108 servidores aprovados no primeiro concurso público da história do Detran, a Operação Lei Seca ganhou o reforço de 60 agentes de trânsito, o que vem permitindo a intensificação e a interiorização das ações.

O número de viaturas utilizadas pela Operação Lei Seca também passou de 28, na ocasião do lançamento, para 49.

Balanço – Desde que foi criada, em 21 de setembro do ano passado, a Operação Lei Seca já abordou 31.560 veículos e aplicou 27.127 testes do bafômetro. O número de flagrantes de motoristas embriagados chegou a 2.105 e 312 foram presos.