João Pessoa
Feed de Notícias

Campanha de proteção à criança e ao adolescente mobiliza 20 municípios

sexta-feira, 7 de junho de 2013 - 11:46 - Fotos:  Secom-PB

Audiência pública, seminário, visita em mercado público e feira livre, panfletagem e adesivagem são algumas das ações da agenda da Campanha de Proteção Integral a Criança e Adolescente “Não finja que não viu”, do Governo do Estado, para a próxima semana. As atividades acontecerão em mais de 20 municípios paraibanos.

Nesta segunda-feira (10), a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano (Sedh), que coordena a campanha, participa de uma Audiência Pública na Câmara Municipal de Patos articulada pelo Sistema de Garantia de Direitos para o enfrentamento à violação de direitos da criança e adolescente.

Na ocasião, técnicos da Sedh distribuirão material educativo e haverá apresentação sobre as principais formas de violência infantil e a importância da denúncia junto ao Conselho Tutelar, ao Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), pelo disque 100, entre outras. Também serão ressaltados os encaminhamentos por meio da Rede de Proteção para a vítima.

Trabalho Infantil – Ainda em Patos, na terça (11) e quarta-feira (12), a campanha integra a programação do Seminário sobre Trabalho Doméstico, promovido pelo Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Trabalhador Adolescente na Paraíba (Fepeti) e Sedh.

Já na quarta-feira (12), Dia de Enfrentamento ao Trabalho Infantil, haverá ação da campanha por meio dos Creas Polos Regionais em feiras livres e mercados nos municípios de João Pessoa, Alagoinha, Araçagi, Areia, Barra de Santa Rosa, Barra de São Miguel, Cacimba de Dentro, Camalaú, Ibiara, Lucena e Lagoa Seca.

A ação acontece também em Malta, Olho D’Água, São José dos Cordeiros, São José de Piranhas, Santa Cruz, Riacho dos Cavalos, Salgado de São Félix, Tavares, Triunfo e Várzea.

A campanha também participa de atividade, na quarta-feira (12), sobre o trabalho infantil no município de Jacaraú, em uma parceria com a prefeitura local.

Campanha permanente – A campanha foi lançada pelo governador Ricardo Coutinho no dia 20 de maio, no Palácio da Redenção, e conclama a Paraíba no enfrentamento a todos os tipos de violência contra criança e adolescente. Os mais denunciados são violência sexual (abuso e exploração) e trabalho infantil.

O objetivo é conscientizar a população sobre a importância da denúncia por meio dos Conselhos Tutelares, agentes de saúde, Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas), disque 100, escolas, entre outras.

Na maioria das vezes, as vítimas não têm noção que estão sofrendo agressão. A problemática pode ser detectada por sintomas que podem ser percebidos por quem convive diariamente com a criança ou adolescente.

A campanha já visitou os municípios de Boa Ventura, Areia, Remígio, Marcação, além de mobilizar conselheiros de assistência social dos 223 municípios paraibanos e ganhar a adesão do trade turístico, sindicato dos taxistas. A ação conta ainda com a parceria do Ministério Público, Tribunal de Justiça e Promotoria do Trabalho.