João Pessoa
Feed de Notícias

Ação Comunitária beneficia moradores de bairro da capital

terça-feira, 13 de maio de 2014 - 17:02 - Fotos:  Antonio David / Secom-PB

Nesta terça-feira (13), dia em que se comemora o aniversário de 52 anos de fundação do bairro Treze de Maio, os moradores foram presenteados com o projeto Ação Comunitária. Mesmo com a forte chuva que caiu durante a manhã, centenas de pessoas compareceram ao local e tiveram acesso a vários serviços de cidadania, como emissão de documentos, oficinas e atendimentos de saúde. Esta foi a 10ª edição do ciclo 2014, realizado pelo Governo do Estado, por meio da Fundação de Ação Comunitária (FAC).

Para a aposentada Ivonete Vasconcelos, de 77 anos de idade, a Ação Comunitária facilita o acesso dos moradores aos serviços essenciais de cidadania. “Aqui no bairro estamos precisando muito desses serviços. Eu, por exemplo, aproveitei para tirar minha identidade, que estava acabada. Também fiz meus exames de saúde. Apesar da chuva, foi bom demais”, destacou.

O vigilante Manoel Valentim Rodrigues, 51, aproveitou para fazer exames básicos de saúde. Ele também é presidente da associação de moradores da comunidade Riachinho, que fica no bairro Treze de Maio, e destacou o benefício do projeto. “É interessante porque há muito tempo estávamos precisando desses serviços, já que a nossa comunidade é muito carente. Foi tudo perfeito”, comentou.

As tendas e o palco do projeto Ação Comunitária foram instalados na Rua José Mesquita, que fica na lateral do Hospital Treze de Maio. Além dos serviços de cidadania oferecidos, houve ainda programação cultural durante a abertura do evento, incluindo apresentação musical. Na ocasião, entre os presentes, estava o presidente da FAC, Flávio Moreira. Um bolo também foi colocado no palco e moradores cantaram parabéns para comemorar a data de fundação do bairro.

Estamos muito felizes em estarmos realizando a décima Ação Comunitária. Esse é o espírito da FAC, o de trazer cidadania através dos serviços que oferecemos para o povo”, afirmou Flávio Moreira.

Emissão de documentos – Um dos serviços mais procurados pelos moradores foi o de emissão de documentos de identidade e carteira de trabalho. Para isso, o Instituto de Polícia Científica (IPC) acompanhou as demandas do “Programa Cidadão”, da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano.

Saúde – A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Gerência Executiva de Vigilância em Saúde e suas divisões, a exemplo do Laboratório Central de Saúde Pública do Estado (Lacen), ofereceu vários serviços. Os moradores tiveram acesso à imunização, com ofertas de vacinas contra a gripe e hepatite tipo B; testes rápidos (HIV, sífilis, hepatite tipo B e C); aferição de pressão; exame de glicemia; ações educativas; e orientações da Vigilância Sanitária, que prestou esclarecimentos aos cidadãos sobre os vetores transmissores de doenças como a dengue e a esquistossomose.

Outras atividades e serviços – A FAC também ofereceu atividades lúdicas e oficinas a crianças e adultos. Outra tenda bastante visitada durante a Ação Comunitária no bairro Treze de Maio foi da Energisa, que é um dos órgãos parceiros do Governo do Estado no projeto. A empresa orientou as pessoas sobre o acesso ao programa “Conta Cidadã”, que disponibiliza descontos nas faturas mediante apresentação de materiais recicláveis.

A Companhia de Água e Esgoto da Paraíba (Cagepa) fez explanações sobre a Tarifa Social, que oferece taxas simbólicas para consumos mensais de até dez metros cúbicos de água. Outro destaque entre as tendas foi a da Polícia Militar, que levou ao local o Programa Educacional de Resistência às Drogas e Violência (Proerd). A iniciativa é realizada nas escolas, com adolescentes da 5ª e 6 ª séries, atingindo a faixa etária de 10 a 13 anos. Esteve ainda à disposição da população o Procon Estadual para prestar esclarecimento sobre suas ações.