João Pessoa
Feed de Notícias

Abertura da Semana de Combate ao Aedes tem exposição do laboratório de entomologia e oferta de serviços de saúde

terça-feira, 21 de novembro de 2017 - 18:10 - Fotos:  Ricardo Puppe/Secom Pb

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) realizou, nesta terça-feira (21), a abertura oficial da Semana Estadual de Combate ao Aedes Aegypti. O evento aconteceu no Espaço Cultural, em João Pessoa, com a oferta de vários serviços de saúde, como atualização do calendário vacinal do adulto, verificação de pressão arterial e orientação para doação de sangue. Também foram expostos novos carros fumacê e o laboratório de Entomologia, que chamou bastante atenção das crianças para o ciclo de vida do mosquito.

A secretária de Saúde, Claudia Veras, lembrou que o papel do Governo do Estado é mobilizar os órgãos e a sociedade para combater o vetor que é responsável pela transmissão de três arboviroses conhecidas e que são graves e podem colocar em risco a saúde da população. “Nosso papel é coordenar esta mobilização e o conjunto de ações que deverão ser realizadas a partir de então. Estamos aqui no Espaço Cultural aproveitando a circulação de pessoas ocasionadas pelo recadastramento dos servidores estaduais para realizar este conjunto de atividades de informação”, afirmou.

A Semana Estadual de Combate ao Aedes acontece até a próxima sexta-feira (24), em todas as regiões do estado com o apoio das Secretarias de Estado da Educação; do Desenvolvimento Humano; Departamento de Estradas e Rodagens (DER); Marinha do Brasil; Orçamento Democrático; Defesa Civil e Cosems.

Panfletagens em locais de grande circulação de pessoas a exemplo do Detran; Balsa de Cabedelo; Restaurantes Populares; Casas da Cidadania; Centros Sociais Urbanos; Sine; Unidades de Saúde da Família (USF), rodas de conversas em escolas e unidades de atenção básica estão dentro da programação que tem o objetivo de levar para a população informações sobre o mosquito e alertar para os riscos das arboviroses.

O ano de 2017 já apresenta uma redução de mais de 90% nos casos de dengue, zika e chikungunya se comparado ao ano anterior, no entanto, a secretária lembra que “o controle do mosquito é papel de toda a sociedade, evitando o acúmulo de lixo e água limpa e parada. Então este é um período muito importante para a mobilização da sociedade, já que com o início do verão, é a maior época de proliferação do mosquito”, destacou Claudia.

A gerente executiva de Vigilância em Saúde, Renata Nóbrega, afirmou que, de acordo com o último Índice de Infestação do Mosquito (LIRAa / LIA) realizado entre 23 a 27 de outubro, a Paraíba apresenta uma redução de 33% nos municípios em situação de risco. “Do total de 223 municípios, temos 26 em uma situação considerada satisfatória, 113 em estado de alerta e 54 municípios em situação de risco.